NotíciasOutros papéis

Stora Enso pretende fechar quatro fábricas de papel na Europa

De acordo com a companhia, o papel não é uma área estratégica de crescimento para o grupo

A Stora Enso iniciou um processo de venda para um possível fechamento de quatro unidades de produção de papel. De acordo com a companhia, o papel não é uma área estratégica de crescimento para o grupo. A intenção da destituição está alinhada com a estratégia de focar no potencial de crescimento de longo prazo para seus produtos renováveis ​​em embalagens, soluções de construção e inovações em biomateriais.

As fábricas de papel da Stora Enso destinadas à destituição são: Anjala, na Finlândia, Hylte e Nymölla, na Suécia, e Maxau, na Alemanha. Os ativos são locais de alta qualidade para produção de papel e celulose com forte infraestrutura e equipe qualificada e experiente.

“Por meio da alienação da maioria de nossos ativos de papel, podemos aumentar o foco em nossas áreas de crescimento estratégico definidas de embalagens renováveis, soluções de construção e inovações em biomateriais”, disse a presidente e CEO Annica Bresky. “Ao avaliar possíveis opções de desinvestimento, procuramos novos proprietários que proporcionem um futuro sustentável a longo prazo para os locais e as pessoas que trabalham lá”.

As quatro plantas da Stora Enso estão sujeitas à alienação em uma única ou uma série de transações. A empresa não se comprometeu com um prazo para a conclusão do processo de desinvestimento.

O processo de vendas iniciado não tem efeito imediato nas operações de papel da companhia, que continuam a atender seus respectivos clientes. A unidade de Langerbrugge, na Bélgica será mantida dentro do grupo.

Atualmente, a Stora Enso possui cinco locais de produção de papel que são apoiados por vendas divisionais, gerenciamento e funções administrativas. No total, a divisão Papel emprega atualmente cerca de 2.200 funcionários. Em 2021, as vendas líquidas da divisão totalizaram 1.703 milhões de euros.

SOBRE AS FÁBRICAS

  • A fábrica de Anjala, no sul da Finlândia, produz papel de impressão a partir de celulose mecânica – papel de livro revestido e não revestido, papel de revista e melhores qualidades de papel de jornal. Capacidade anual: 435.000 toneladas de papel.
  • A planta de Hylte, no sudoeste da Suécia, é uma das maiores fábricas de papel de jornal do mundo e produz papel de jornal de alta qualidade, biocompósitos e produtos de fibra formada. Capacidade anual: 240.000 toneladas de papel jornal à base de TMP (celulose termomecânica), 15.000 toneladas de soluções circulares e 50 milhões de unidades de produtos de fibra formada.
  • A fábrica Nymölla, no sul da Suécia, produz papel não revestido sem celulose e sem madeira, incluindo o produto Multicopy. Capacidade anual: 475.000 toneladas de papel e 340.000 toneladas de celulose.
  • Maxau Mill , no sudoeste da Alemanha, produz papel supercalandrado principalmente a partir de papel recuperado. Capacidade anual: 530.000 toneladas de papel e 270.000 toneladas de celulose.

SOBRE A STORA ENSO

A Stora Enso é uma fornecedora líder global de soluções renováveis ​​em embalagens, biomateriais, construções de madeira e papel. A empresa tem cerca de 23.000 funcionários e as vendas em 2020 foram de 8,6 bilhões de euros.

Fonte
Paperage
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo