fbpx
NotíciasTissue no BrasilValfilm

Tecnologia e sustentabilidade na produção de embalagens

No programa Talk Tissue, Lúcio Pinto, gerente comercial da Valfim, contou um pouco sobre a história e atuação da empresa

A Valfilm desenvolve e produz embalagens flexíveis há mais de 40 anos e, hoje, possui sete unidades de produção, inclusive no México e nos Estados Unidos. Em conversa com Felipe Quintino no programa Talk Tissue, Lúcio Pinto, gerente comercial da empresa, contou um pouco sobre a história e atuação da Valfilm.

“A Valfilm foi fundada em 1976 e ainda é uma empresa familiar, a família atua bastante na operação e isso facilita muito os processos de decisão que a gente tem no dia a dia com eles. A Valfilm pertence hoje ao Valgroup, dentro do qual a gente tem 11 sites e 27 plantas. É importante ressaltar que estamos presentes não só no Brasil, mas em outros países da América Latina, EUA e Europa, e o Valgroup conta hoje com mais de 5 mil colaboradores e uma saúde financeira independente, sem dívidas. 70% dos investimentos são reinvestidos nos negócios do Valgroup, que hoje é o maior fornecedor de embalagens plásticas na América Latina, sendo pioneiro em inovações para soluções de embalagens para os nossos clientes, explica.

Dentro do Valgroup, há duas divisões: a divisão de rígidos e a divisão de flexíveis. “No portfólio, nós temos empresas de bebidas, como Ambev, Heineken, Coca-Cola, Danone, empresas do segmento de supermercados, como o grupo Carrefour, Walmart… No segmento de tissue, nós atendemos empresas como Braswell, Carta Fabril, Kimberly-Clark, Mili, OL Papéis, Suzano, Sepac, Softys e Santher”, pontua.

A empresa possui, em Lorena (SP), um laboratório chamado LTC (Load Test Center). “O LTC é o mais moderno laboratório da América Latina para o desenvolvimento de embalagens, conseguimos replicar situações reais das rodovias em nossos laboratórios, otimizando as embalagens para garantir a segurança de armazenamento e transporte”, conta.

O LTC permite realizar, por exemplo, ensaios de aceleração. “Podemos simular o arranque do caminhão, assim como a frenagem do mesmo. É impressionante que, após a carga ser envolvida com stretch, após ser desenvolvida por nós, a deformação é mínima. Outros ensaios como de vibração, retenção de carga, de manipulação de carga, também são feitos nesse laboratório”, diz, pontuando as vantagens do LTC aos clientes.

“Com todo esse recurso, a gente consegue criar simulações de trajetos, podemos colocar diversos sensores nas cargas, que vão nos permitir coletar diversos dados do percurso definido pelo cliente, como rampas declives, obstáculos, frenagem… Com esses dados, podemos definir em conjunto com os clientes a melhor condição de custo-benefício para os filmes de strech”, completa.

Essa facilidade permite à Valfilm oferecer um atendimento ainda mais completo aos seus clientes. “Temos linhas de embalagens que simulam as linhas dos nossos clientes, como ajuste de temperatura, saída de ar, velocidade de pacotes por minuto… Podemos fazer vários tipos de regulagens até chegar em uma condição ideal para o cliente”, pontua.

Por fim, Lúcio falou a respeito de sustentabilidade, já que as embalagens produzidas pela Valfilm, além serem recicláveis, também são biodegradáveis, e a empresa desenvolve diversas iniciativas em prol do meio ambiente. “A Valfilm já realiza há algum tempo alguns projetos de energia alternativa. Hoje, nós temos duas usinas hidrelétricas, localizadas no município de Itamonte (MG), de energia eólica, com turbinas que foram construídas nos EUA. Outro projeto fica em Lorena (SP), e no processo de impressão, utilizamos solventes; toda a captação dos gases é coletada por exaustores, os gases são filtrados, regenerados, reserva-se a água e o restante é transformado em solventes novamente, para o processo de pressão, um processo totalmente circular. Hoje, nós temos um projeto que consegue reciclar em torno de 100 mil toneladas de pet por ano, cerca de 8 mil toneladas por mês. Isso é um projeto dos anos 2000 que a Valgroup, junto com a CPR, já vem desenvolvendo. No último ano, nós lançamos três produtos que são biodegradáveis”, encerra.

Confira na íntegra o Talk Tissue com Lúcio Pinto, gerente comercial da Valfilm:

Tecnologia e sustentabilidade na produção de embalagens

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Baixe nosso e-book!

Conheça OS PRINCIPAIS fabricantes de papel tissue do Brasil e suas capacidades produtivas.

Este levantamento apresenta os principais fabricantes de papel tissue no Brasil em ranking definido por capacidade produtiva instalada.