Notícias Tissue na América Latina

América Latina: Inpaecsa, do Equador, entra no mercado de papel higiênico

5441efa86d222

Indústria de Papel Equador (Inpaecsa) entrou no mercado do papel higiênico. A empresa abriu na sexta-feira, 17 de outubro de 2014 sua primeira fábrica de papel tissue, para a fabricação de papel higiênico, guardanapos e toalhas de cozinha.

A empresa foi criada em 2011 e, quatro meses depois, iniciou as operações de teste, sob a marca Hada. Este é direcionado para quatro segmentos: alta, média alta, média, com algumas variações, e também outros produtos como guardanapos e toalhas de cozinha.

De acordo com o gerente geral, Jorge Ariaza, a empresa investiu cerca de US $ 35 milhões na planta localizada na entrada da cidade de Babahoyo (Rivers) e em aquisição de máquinas.

A empresa espera captar nos próximos cinco anos, 18% do mercado de papel higiênico no país.

Sua capacidade é de 18 400 toneladas por ano. A fábrica começa com uma equipe de trabalho de 90 funcionários, em uma área de 14 hectares onde outrora funcionou uma outra empresa do setor de papel, a Reforma.

Com a fabricação de papel Tissue a partir de fibras recicladas, a empresa espera que o país deixe de importar cerca de US $ 40 milhões nessa categoria. Segundo o Banco Central, entre janeiro e junho, o país importou 18.159 toneladas de papel higiénico e rolos de papel para a conversão.

selo_ok

elcomercio.com