CeluloseNotícias

Veracel implanta monitoramento digital em viveiros de eucalipto

A tecnologia, que já era usada na área de Melhoramento Genético, servirá para que a empresa possa gerenciar as informações de todo o viveiro de forma digital

A Veracel está avançando em sua transformação digital, desta vez na área de viveiros de mudas de eucalipto. A fabricante baiana de celulose acaba de expandir o monitoramento que já ocorria em todas as etapas de produção das mudas da área de Melhoramento Genético para gerenciar, também de forma digital, as informações de controle e a aplicação de defensivos de todo o viveiro.

A companhia já é pioneira no uso da tecnologia para essa finalidade e mantém todos os dados de forma completamente on-line, a fim de aumentar a agilidade no monitoramento e reduzir ainda mais a perda de mudas. Neste ano, serão monitoradas por volta de 13 milhões de mudas até o final do processo de produção para expedição, além das cepas nos minijardins.

A Veracel realiza a produção de mudas por propagação vegetativa, isto é, a partir de partes da planta (propágulos), originando mudas de eucalipto geneticamente idênticas à planta-mãe, as chamadas “minicepas”, que ficam localizadas nos minijardins do viveiro da empresa plantadas em calhas. Destas minicepas, são coletadas estacas (galhinhos), que são plantadas em tubetes plásticos, para que depois possam formar novas mudas de eucalipto. No total, cerca de 200 calhas são monitoradas semanalmente com o uso do aplicativo.

“Com a ampliação da ferramenta que já era utilizada pelo time de Melhoramento Genético da empresa, passamos a ter informações mais rápidas e mais rastreáveis sobre as mudas do viveiro”, explica Rafael Tiburcio, especialista em Sanidade Florestal da Veracel. “Isso gera relatórios precisos para orientar a aplicação de defensivos, evitando perdas e aumentando ainda mais nossa eficiência. São cerca de 300 avaliações, que antes eram digitadas manualmente todas as semanas, e que, com a tecnologia, passam a ser computadas digitalmente, facilitando a gestão do conhecimento e o gerenciamento de relatórios de recomendações que melhoram muito nossa precisão para o momento de uso dos defensivos”, completa.

A tecnologia já dispunha do recurso de QR Code atrelado a cada muda de eucalipto, possibilitando o monitoramento diário das etapas de produção de aproximadamente 15 mil mudas da área de Pesquisa semanalmente. Agora, a mesma ferramenta será utilizada pela equipe de Sanidade Florestal, que realiza o manejo de pragas e doenças no viveiro de mudas comerciais para identificar os locais de monitoramento.

Esta nova possibilidade foi criada em parceria com o fornecedor, que fez as adequações e expandiu o escopo do monitoramento conforme as necessidades da Veracel e agora poderá oferecer a opção em seu pacote de produtos, de modo a apoiar o processo produtivo de outras companhias do segmento florestal.

Cabe salientar que a Veracel promove diversas ações inovadoras para a utilização de métodos de controle biológico em suas plantações de eucalipto. Entre elas, está a utilização de drones para a liberação de inimigos naturais que parasitam ou predam as pragas, o que contribui para um manejo bem-sucedido da plantação e apoia também as produções do entorno, reduzindo o uso de defensivos e colaborando para o equilíbrio da cadeia produtiva.

Fonte
Veracel
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo