CeluloseNotícias

Três Lagoas ganha o título de Capital Nacional da Celulose

Lei foi sancionada ontem pelo presidente da República e objetiva refletir o crescimento que a atividade produtiva da celulose proporcionou ao município

Ontem, 20, o município sul-mato-grossense de Três Lagoas ganhou o título de Capital Nacional da Celulose. A Lei 14.142, de 2021, foi sancionada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e publicada no Diário Oficial da União. A matéria, oriunda do PLS 178/2016, da senadora Simone Tebet (MDB-MS), foi aprovada no Senado em 2017, e em março deste ano pela Câmara, sendo posteriormente enviada à sanção presidencial.

O título objetiva refletir o crescimento que a atividade produtiva da celulose proporcionou ao município. Essa história teve início em 2009, quando a Fibria, uma das maiores fábricas de papel do mundo, se instalou em Três Lagoas, com capacidade para produzir 1,3 milhão de toneladas de celulose por ano. Em 2012, a Eldorado Brasil começou a operar na cidade, com capacidade produtiva de 1,7 milhão de toneladas.

Hoje, a produção da matéria-prima em Três Lagoas vem conquistando espaço no cenário mundial. Em 2020, a Eldorado Brasil exportou 48% da sua produção para a Ásia, encerrando o quarto trimestre com lucro líquido de R$ 641 milhões. O crescimento registrado foi de 528% sobre igual período de 2019, quando obteve R$ 104 milhões.

Outro impacto dessa atividade é a geração de trabalho e renda. De acordo com a autora do projeto, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que o número de trabalhadores assalariados em Três Lagoas subiu 87,6% entre 2009 e 2013. A renda média mensal dos trabalhadores no mesmo período também avançou 14,8%, subindo de 2,7 para 3,1 salários mínimos.

Fonte
Agência Senado
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo