NotíciasTissue na América Latina

Softys doa ventiladores mecânicos ao Peru

Empresa subsidiária de produtos de higiene e cuidados pessoais da CMPC está engajada em contribuir para a mitigação da pandemia de Covid-19

Seguindo o compromisso da Softys, subsidiária de produtos de higiene e cuidados pessoais da CMPC, de contribuir para a mitigação da pandemia de Covid-19, a empresa vai doar dez ventiladores mecânicos, modelo Neyün, e dois aparelhos de Ventilação Mecânica Dupla de Emergência, modelo Neyün Split, para o Peru, ambos desenvolvidos e fabricados no Chile.

Até o momento, o Peru ultrapassou a barreira das 800 mil infecções por Covid-19, ficando em sexto lugar entre os países do mundo com mais casos confirmados, e em terceiro lugar em relação aos países latino-americanos, portanto, a necessidade de agregar mais e melhor ferramentas para combater ou mitigar os efeitos da pandemia está entre suas prioridades.

Os equipamentos chamados Neyün – que significa “respirar” em Mapudungún – foram fabricados pela empresa chilena DTS e serão financiados e doados pela Softys. Assim que chegarem ao país, serão entregues pela Softys Peru ao Hospital Nacional Edgardo Rebagliati Martins, em Lima, um dos mais demandados pelos serviços de saúde da capital durante a pandemia.

Na quarta-feira, 30, o embaixador do Peru no Chile, Jaime Pomadera, recebeu simbolicamente os equipamentos médicos da Softys, que serão enviados ao país nos próximos dias.

O ministro da Ciência, Tecnologia, Conhecimento e Inovação do Chile, Andrés Couve, destacou que este é “um momento importante para celebrar as alianças, para celebrar o trabalho, que não só tem a ver com a fabricação de ventiladores mecânicos, mas também em como o processo tem sido uma inspiração para a comunidade de inovação; tem sido um desafio estabelecer validações de equipamentos médicos no Chile, por meio de uma aliança com universidades; e, portanto, um passo adicional para que possamos especificar esta fabricação de ventiladores mecânicos como uma contribuição substancial da comunidade de inovação e agora em nível latino-americano”.

O presidente das Empresas CMPC, Luis Felipe Gazitúa, afirmou: “Acreditamos que empresas como a nossa devem se envolver para ajudar a encontrar soluções para os problemas que vivemos. Acreditamos que uma empresa do porte, presença e história da CMPC, com 100 anos no país, tem a obrigação de se responsabilizar por questões que antes víamos como problemas externos. Ajudar e cooperar no problema de saúde tem nos parecido uma necessidade. Nessa contingência, os ventiladores salvam vidas, e por menor que seja a quantidade, acreditamos que é o mínimo que podemos fazer”.

Ele também acrescentou: “Estamos presentes no Peru há um quarto de século, por isso, nos sentimos mais uma empresa peruana, portanto, não podíamos deixar de ir até aqueles lugares onde estamos e que nos receberam como locais. Empregamos diretamente mais de 1.500 pessoas no Peru, reconhecemos a história de divergências que existe entre os dois países, mas temos muitos motivos para fazer as coisas juntos e olhar sempre para o futuro como nações irmãs”.

Por sua vez, Jaime Pomareda, embaixador do Peru no Chile, entidade que prometeu as facilidades do governo peruano para a doação e entrada dos equipamentos no país, disse que “não é a primeira vez que a Softys nos apoia e ajuda. Já enviou generosamente equipamentos de proteção ao Peru e cooperou com centenas de peruanos que, na ausência de voos de repatriação, têm se hospedado em abrigos no Chile”.

Jaime ressaltou que a pandemia “nos prejudicou muito, expôs nossas deficiências e necessidades, mas também proporcionou oportunidades para aqueles que apreciamos colaborarem conosco e poderem receber contribuições como essas, que apreciamos profundamente”.

Os ventiladores foram desenvolvidos em apenas três meses no país vizinho pela Desarrollo de Tecnología y Sistemas (DTS) em colaboração com a Empresa Nacional Aeronáutica (Enaer) e Maestranzas del Ejército (Famae).

A iniciativa é realizada por meio do programa público-privado “Un Respiro para Chile”, lançado no início de 2020, que facilitou o processo de validação técnica e escalonamento de protótipos de ventilação mecânica no Chile, promovido por empresas com o apoio do Ministério da Ciência e do Ministério da Economia.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Baixe nosso e-book!

Conheça OS PRINCIPAIS fabricantes de papel tissue do Brasil e suas capacidades produtivas.

Este levantamento apresenta os principais fabricantes de papel tissue no Brasil em ranking definido por capacidade produtiva instalada.