NotíciasPapel Marrom

Lucro líquido da Irani salta 342% no segundo trimestre, para R$ 68 milhões

Segundo a empresa, os ganhos se devem à alta do preço dos produtos na divisão de embalagem de papelão ondulado e à taxa de câmbio favorável para as exportações

A Irani Papel e Embalagem teve um lucro líquido de R$ 68 milhões no segundo trimestre, um crescimento de 342% em relação ao mesmo período de 2020. Já o lucro bruto, que inclui variação do valor justo dos ativos biológicos, ficou em R$ 153,7 milhões, uma alta de 94,7% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

A receita líquida também teve forte aumento, de 67% em relação ao mesmo intervalo do ano passado, para R$ 403 milhões. Segundo a empresa, os ganhos se devem à alta do preço dos produtos na divisão de embalagem de papelão ondulado e à taxa de câmbio favorável para as exportações.

Outra alta foi registrada na produção e venda da divisão de embalagem de papelão ondulado, de 22% ante um ano antes, para R$ 41 milhões.

Por outro lado, as vendas de papel de embalagem recuaram 18%, para R$ 31 milhões. Segundo a Irani, a queda ocorreu devido à menor disponibilidade de papéis da empresa para o mercado diante da maior utilização para o segmento de embalagem de papelão ondulado.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado teve um crescimento 114% na base anual, para R$ 119 milhões, sustentado pelo crescimento da receita líquida e pelas melhores margens de todos os segmentos da fabricante entre abril e junho.

Fonte
Valor Econômico
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo