NotíciasPapel Marrom

Klabin investe R$ 40 milhões em aplicação de barreiras em cartões

O material é sustentável e direcionado a segmentos cuja demanda cresce acima da média, como o de embalagens de cartão para delivery

A Klabin vai investir R$ 40 milhões para expandir, em até seis vezes, sua capacidade de aplicação de barreira dispersível em cartões, utilizados para confeccionar diversos tipos de embalagens. Esse material é mais sustentável do que as alternativas disponíveis no mercado, principalmente o plástico de uso único, e direcionado a segmentos cuja demanda cresce acima da média, como o de embalagens de cartão para delivery.

A barreira dispersível oferece vantagens como resistência à água, ao vapor d’água e à gordura sem perda das características de reciclagem e compostagem originais do papel. Com o aporte, a companhia elevará de 10 mil toneladas para 60 mil toneladas a capacidade de aplicação da barreira desenvolvida ainda na fábrica da Klabin.

“Estamos aumentando de forma expressiva a capacidade porque esse é o mercado que mais cresce”, disse o diretor de Papéis da empresa, Flávio Deganutti. Enquanto a demanda de cartões no Brasil sobe entre 2,5% e 3% ao ano, a busca pelo papel com barreira cresce 7,5%.

As embalagens fabricadas com o cartão que leva barreira são utilizadas sobretudo para alimentos industrializados e congelados, detergente em pó e no delivery de alimentos. Ao todo, a Klabin pode produzir 700 mil toneladas de cartão anuais.

A ampliação será feita em duas fases e envolve a atualização de uma máquina revestidora, instalada na unidade de Monte Alegre, no Paraná. A primeira etapa, executada entre maio e junho, teve como foco a modernização da tecnologia de aplicação da barreira, com início da operação em julho. A segunda fase, que aumentará a capacidade de 30 mil para 60 mil toneladas por ano, ocorrerá nos próximos meses e intensificará o desenvolvimento de novos produtos, especialmente os de origem renovável.

De acordo com a Klabin, a adição da barreira dispersível ainda na fábrica é um ponto relevante que garante aumento de escala, permitindo maior competitividade em relação ao plástico. “O avanço tecnológico que este modelo de aplicação nos traz é um primeiro passo para a aplicação on-line, quando a barreira será adicionada diretamente na máquina de papel cartão”, informou o executivo.

A Klabin aposta no desenvolvimento de barreiras sustentáveis há mais de uma década e já introduziu no mercado produtos como o Klafold FZ e Klafold GB, que não necessitam da aplicação de plástico associado ao cartão para obter a barreira.

Deganutti explica que a atualização da máquina expande o leque de possibilidades de mercado para a Klabin, incluindo copos de papel e soluções mais sofisticadas para alimentos líquidos, com escala relevante.

Fonte
Valor EconômicoKlabin
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo