fbpx


Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online


Banner Incape Portal Tissue Online

Coronavírus Notícias Varejo & Professional

O que a crise muda nos hábitos de consumo?

destacada-hipermercado

Especialistas discutem que mudanças podem ocorrer também a longo prazo nas compras e varejo

O recente surto de coronavírus está mudando a forma como as pessoas consomem, o que inclui filas enormes do lado de fora dos supermercados e prateleiras vazias, com falta de produtos básicos como papel higiênico e macarrão em alguns países.

Agora, especialistas discutem que mudanças podem ocorrer também a longo prazo nas compras e varejo.

Ainda é difícil dizer exatamente como o coronavírus mudará as compras e o perfil do consumidor, mas um fato claro é que o comportamento do comprador costuma ser muito mais emocional do que racional. Prioridades nas tomadas de decisão desaparecem quando o medo vem à mente.

hábitos de consumo

Portanto, é preciso ter cuidado ao criar modelos e previsões a partir do que está acontecendo agora.

Em todo o mundo, os grandes supermercados estão sendo “atacados” por compradores desesperados para estocar. Porém, a hipótese de que esses compradores se “apaixonem” pela experiência de comprar em hipermercados e esse comportamento de compra continue depois que a crise tiver passado é improvável.

Isso porque a experiência de compra em uma loja de hipermercado não mudou muito nos últimos anos e ainda tem alguns pontos negativos: leva muito tempo para fazer compras, os compradores não querem ficar em filas e ficam frustrados por não conseguirem encontrar determinada marca. E, sem dúvida, agora, esses fatores negativos provavelmente serão muito piores: as filas são longas, o estresse é alto e já há problemas com estoques.

Mas isso fortalecerá as pequenas lojas? Em todo o mundo, elas vêm crescendo. Nessa crise, porém, grandes lojas estão se tornando a principal escolha do consumidor. Mesmo em mercados como a China, onde muitos compradores costumavam comprar em menores quantidades diariamente, as compras em grandes quantidades estão sendo prioritárias.

O debate aqui é por quanto tempo esse “frenesi” vai durar, já que muitos compradores estão escolhendo lojas menores porque querem evitar multidões e ter a experiência de fazer compras locais.

Além das mudanças no varejo, a próxima maior mudança deve ser a lealdade às marcas, característica marcante nas compras em supermercados. Muitos clientes são leais a uma marca específica, mas quando ela estiver esgotada, eles serão praticamente obrigados a experimentar a concorrência.

Assim, cabe aos lojistas e empresários pensar em ideias e estratégias para fortalecer a sua marca e o seu negócio em meio a todas essas mudanças no consumo.

Continue acompanhando como a pandemia do coronavírus pode afetar o mercado de varejo no Portal Tissue Online.

LEIA TAMBÉM: