fbpx




Banner Incape Portal Tissue Online
Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online

Notícias Tissue no Mundo

Negócios de tissue impulsionam resultados da Clearwater

Negócios de tissue impulsionam resultados da Clearwater

A empresa faturou US$ 22,8 milhões em abril, maio e junho, elevando seu lucro líquido no primeiro semestre do ano para US$ 33,1 milhões

Os novos comportamentos de compra em decorrência da pandemia do coronavírus ainda estão impulsionando os resultados da Clearwater Paper, uma das maiores empregadoras de Lewiston, nos EUA.

A empresa faturou US$ 22,8 milhões em abril, maio e junho, elevando seu lucro líquido no primeiro semestre do ano para US$ 33,1 milhões, em comparação com US$ 3,4 milhões nos primeiros seis meses do ano passado, de acordo com os resultados financeiros do segundo trimestre, divulgados na terça-feira, 4, após o fechamento do mercado de ações.

Negócios de tissue impulsionam resultados da Clearwater

“A Clearwater Paper teve um excelente trimestre, impulsionado pela força contínua em nossos negócios de tissue, estabilidade no papelão e excelente execução operacional”, disse o presidente e CEO da Clearwater Paper, Arsen Kitch, em teleconferência com analistas do mercado de ações.

O estoque da empresa aumentou de US$ 18,77 para US$ 38,25 por ação em 2019, ano em que a Clearwater Paper conseguiu acompanhar o ritmo da demanda flutuante por seus produtos.

A empresa fabrica tissue para papel higiênico, guardanapos de papel, toalhas de papel e lenços faciais, além de papelão usado em embalagens e louças descartáveis.

No primeiro trimestre deste ano, a Clearwater teve um aumento de 20% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado. Já com relação ao segundo trimestre, o crescimento no volume de vendas foi de 28%, em comparação com o segundo trimestre de 2019, de acordo com o executivo.

“A demanda doméstica por tissue foi elevada e gerou padrões imprevisíveis de compra do consumidor”, disse Kitch. “Acreditamos que isso está sendo impulsionado pela mudança do consumo de tissue de fora de casa para dentro de casa, pois muitos continuam trabalhando em casa e as economias estaduais e locais permanecem parcialmente fechadas”, acrescentou.

A Clearwater Paper viu a demanda do varejo se estabilizar nas últimas semanas em cerca de 10% a 15% a mais que o nível pré-pandêmico. “Resta ver como isso se desenrola nos próximos meses”, declarou Kitch.

Ele descreveu a demanda por papelão como estável. “Geralmente, nossos clientes de cartões dobráveis, especialmente aqueles que atendem a alimentos e serviços de saúde (indústrias), têm tido uma forte demanda”, afirmou. “Nossos clientes de serviços de alimentação, especialmente aqueles que vendem para restaurantes de serviço rápido e refeições fora de casa, bem como impressoras comerciais, tiveram uma demanda mais fraca”, acrescentou.

Nesse cenário, o volume de vendas de cartões para copos ficou estável, em parte, devido à introdução de um novo produto da Clearwater Paper, chamado NuVo, no ano passado. O NuVo é um tipo de cartão que pode ser fabricado com até 32% de materiais reciclados.

Ele reconheceu o empenho dos funcionários da Clearwater Paper em responder aos novos desafios que o coronavírus apresentou e em cumprir as várias precauções que a empresa impôs para conter a propagação da doença.

A companhia limitou as viagens, permitiu que os funcionários trabalhassem em casa, quando possível, impôs o uso de máscara facial para quem trabalha nas fábricas e aprimorou suas práticas de limpeza.

“Aprendemos o que somos capazes de fazer”, disse Michael J. Murphy, vice-presidente sênior e diretor financeiro da Clearwater Paper. “Uma coisa é ver isso em teoria. Outra coisa é ver isso aparecer no resultado final, e foi o que aconteceu no segundo trimestre”, finalizou.

Isso também pode ser interessante 👇🏻

• Buckman: soluções ecológicas para a fabricação de papel tissue
• Toscotec recebe pedido em regime turnkey da Wepa
• Próximo Painel Tissue Online debate o cenário atual sob o olhar da indústria de tissue