NotíciasTissue no Mundo

Lucart e Enel X firmam parceria para reduzir emissões de carbono

“O que construiremos em nossa fábrica de Diecimo será um dos maiores sistemas privados já instalados na Toscana” – Massimo Pasquini, CEO do Grupo Lucart

A Lucart firmou uma parceria com a Enel X, uma linha de negócios global do Grupo Enel, para lançar uma nova sinergia que permitirá continuar seu processo de descarbonização, reduzindo as emissões das plantas de produção que contribuem para a mudança climática. O primeiro passo será a instalação de uma central fotovoltaica de 3 MWp na central de Diecimo, na província de Lucca, que irá gerar mais de 3 GWh de energia verde por ano e a consequente redução das emissões de CO2 na atmosfera equivalente a 1.160 toneladas anuais.

“Sempre estivemos muito atentos aos métodos de produção de eletricidade e calor necessários para fabricar e transformar o papel nos produtos de higiene que usamos todos os dias em casa e no trabalho. Por esta razão, procuramos um parceiro do mais alto nível, como a Enel X, capaz de trabalhar ao nosso lado em todas as plantas do Grupo para encontrar as melhores soluções tecnológicas e continuar com sucesso nosso caminho de descarbonização”, disse Massimo Pasquini, CEO do Grupo Lucart. “O que construiremos em nossa fábrica de Diecimo será um dos maiores sistemas privados já instalados na Toscana e será mais um motivo de orgulho para nossa empresa”.

“O acordo com a Lucart demonstra mais uma vez o quão importante é para a Enel X disponibilizar tecnologias de ponta para as empresas mais importantes do país que tornam os locais de produção menos caros e mais sustentáveis”, disse Augusto Raggi, chefe da Enel X Itália. “Esta parceria representa apenas o primeiro passo de um projeto de longo prazo que temos certeza de que se tornará um modelo de referência para toda a cadeia produtiva do papel que representa um carro-chefe para o país e um setor estratégico para nossas atividades”.

As atividades que a Enel X iniciará nas usinas da Lucart afetarão diversos aspectos da cadeia produtiva da empresa, que no futuro prevê a instalação de usinas adicionais para a produção de energia renovável. Também serão estudadas soluções integradas dedicadas a empresas do setor do papel e sua cadeia produtiva em termos de geração distribuída, flexibilidade, eficiência energética, descarbonização e mobilidade sustentável.

Fonte
Lucart
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo