CeluloseNotícias

Klabin deve ter receita superior a R$ 3 bilhões no quarto trimestre

As receitas devem vir pressionadas por volumes levemente em alta, porém, com preços ainda estáveis em relação ao trimestre anterior

De acordo com o Inter Research, os resultados do quarto trimestre de 2020 da Klabin, a serem divulgados nesta semana, devem vir sem grandes surpresas, parecidos com os números vistos entre julho e setembro do ano passado.

Gabriela Cortez Joubert, responsável pelo relatório divulgado na quarta-feira passada, afirmou que as receitas devem vir pressionadas por volumes levemente em alta, porém, com preços ainda estáveis em relação ao trimestre anterior. “Os anúncios de preços vistos ao longo do trimestre para celulose, majoritariamente, deverão aparecer apenas no primeiro trimestre de 2021”, escreveu.

As margens tendem a sofrer com a parada programada para manutenção na planta Puma, o que pode afetar os volumes de produção e vendas e restringir o crescimento das receitas.

Espera-se que a companhia reporte R$ 3,1 bilhões em receitas e Ebitda de R$ 1 bilhão no período.

 

MELHORA NO SETOR AO LONGO DO ANO

O banco tem previsões otimistas para o setor de celulose, que deve melhorar ao longo deste ano, alavancado pelo aumento dos preços e da demanda. Com isso, as margens também devem subir.

Para o segmento de papel, o Inter Research projeta uma demanda por produtos de embalagens ainda forte.

Considerando esses fatores, o time de analistas revisou as estimativas para o preço médio de celulose de fibra curta em US$ 572 por tonelada em 2021 e US$ 550 por tonelada no longo prazo.

Os analistas também alteraram o preços-alvo para as ações da Klabin, mantendo recomendação de compra para a empresa e elevando o preço-alvo de R$ 33 para R$ 35.

Fonte
Money Times
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo