NotíciasTissue na América Latina

Greve dos trabalhadores da Celupaper continua

O representante do Sindicato do Papel, Eduardo Oilher, disse que não houve “nenhum tipo de comunicação” com a empresa. A fábrica segue inativa


A greve dos trabalhadores da Celupaper, na Argentina, ultrapassou as 72 horas e, de segunda a quinta pela manhã, não houve avanços para resolver o conflito. Com isso, a fábrica segue paralisada.

“Tudo continua igual”, disse ao La Opinion o líder do Sindicato do Papel, Eduardo Oilher. E detalhou: “Não tivemos nenhum tipo de comunicação com a empresa, sabemos que fizeram uma apresentação, mas não fomos avisados ​​de nada”.

 

A reclamação se deve à quebra de acordo conjunto e descontos a um setor do quadro de trabalhadores. Devido à mesma situação, também há protestos em Béccar e, a partir de hoje, na Papelera Nicaragua de Exaltación de la Cruz.

Segundo Oilher, o problema “já se arrasta há muito tempo” e a empresa vem agindo de “má-fé”.

A Celupaper tem cerca de 80 papeleiros em San Pedro, além de funcionários administrativos e motoristas.

Fonte
La Opinion
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo