NotíciasPersonal Care

Estado de Illinois aprova lei de rotulagem em lenços umedecidos

Fabricantes devem incluir os dizeres “Não dê descarga” nos rótulos de seus produtos que não devem ser descartados pela descarga no vaso sanitário

O governador de Illinois, JB Pritzker, sancionou o Projeto de Lei 294 do Senado, conhecido como Lei de Rotulagem de Lenços Umedecidos, que agora exige que os fabricantes de lenços umedecidos à venda no estado incluam os dizeres “Não dê descarga” nos rótulos de seus produtos que não devem ser descartados pela descarga no vaso sanitário. A lei entrará em vigor em 1º de julho de 2022.

O projeto foi apresentado pela primeira vez em fevereiro de 2021 e recebeu amplo apoio de agências de águas residuais de Illinois, bem como de organizações da indústria de lenços umedecidos. Illinois é um dos estados cujos municípios foram afetados durante a pandemia de Covid-19 com um aumento no volume de lenços umedecidos em seus sistemas de esgoto e tratamento que contribuem para entupimentos e outras interrupções operacionais.

“O impacto desses lenços que não devem ser descartados nos sistemas públicos de águas residuais torna-se mais problemático e caro para os contribuintes a cada dia que passa”, disse Brandon Janes, presidente da Associação de Agências de Águas Residuais de Illinois. “Estamos orgulhosos de ter trabalhado com nossos parceiros na indústria de manufatura de lenços umedecidos para colocar Illinois na vanguarda da nação no tratamento deste sério problema”.

Illinois é o terceiro estado a promulgar legislação sobre a rotulagem de lenços umedecidos não descartáveis no vaso sanitário. Em junho, legislação semelhante foi transformada em lei em Oregon, dando continuidade ao impulso em torno da campanha da Responsible Flushing Alliance’s (Aliança de Descarga Responsável) a fim de conscientizar os consumidores para que escolham descartar os produtos de forma responsável. O estado de Washington foi o primeiro a aprovar a legislação de lenços em março de 2020.

“A rotulagem de descarte proeminente é essencial para educar os consumidores sobre produtos que podem ou não ser descartados no vaso, e estamos satisfeitos por essa legislação ter sido aprovada em Illinois”, disse Lara Wyss, presidente da Responsible Flushing Alliance. “Por meio de nossas iniciativas de educação do consumidor #FlushSmart, a Responsible Flushing Alliance defende a mesma conscientização pública em relação aos hábitos de descarte inteligentes que são defendidos nesta legislação. A rotulagem clara é uma etapa crítica para ajudar os consumidores a praticar hábitos de descarga responsáveis, o que, por sua vez, leva a casas e comunidades mais saudáveis para todos nós”.

Lançada este ano, a campanha nacional #FlushSmart instrui os consumidores a procurarem o símbolo “Não dê descarga” nas embalagens e rótulos dos produtos para identificar os materiais que não devem ser jogados no vaso sanitário.

Alguns exemplos de lenços que não podem ser descartados no vaso sanitário são lenços umedecidos, lenços cosméticos ou faciais, lenços de limpeza ou desinfecção de superfícies duras, lenços para limpeza de pisos, lenços de maquiagem, entre outros.

Existem também outros itens que contribuem para obstruções, que não devem ser descartados no vaso sanitário, como toalhas de papel, produtos menstruais, cotonetes, fio dental, trapos, gorduras/óleo/graxa.

Fonte
Nonwoven Industry
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo