NotíciasTissue no Mundo

Essity avança em jornada de descarbonização com produção livre de combustíveis fósseis

As alternativas mais interessantes para a companhia num futuro próximo incluem hidrogênio, vapor geotérmico, biomassa sustentável e biogás sintético

Tornar-se livre de combustíveis fósseis em uma indústria que tradicionalmente faz uso intensivo de energia é uma das tarefas mais importantes e desafiadoras para que a Essity seja carbono neutro até 2050. Para alcançar essa meta, a companhia está comprometida em redefinir os padrões do setor e investir em tecnologia inovadora.

A transição para combustíveis renováveis ​​requer alternativas que não estão disponíveis em escala hoje. As opções mais interessantes para a Essity num futuro próximo incluem hidrogênio, vapor geotérmico, biomassa sustentável e biogás sintético.

INVESTINDO EM DESCARBONIZAÇÃO

Já houve progressos significativos com uma usina movida a biomassa em Lilla Edet, na Suécia. Na unidade em Kawerau, na Nova Zelândia, a empresa investiu na primeira máquina de tissue do mundo executando um processo de secagem a vapor totalmente geotérmico. Por meio da redução do consumo de celulose, redução do desperdício e eliminação do uso de gás natural para energia, as melhorias em Kawerau contribuirão para uma redução de 23% nas emissões de carbono.

Hoje, todos os locais de produção europeus que fabricam produtos para bebês, cuidados femininos e incontinência funcionam com eletricidade renovável certificada – o que será ampliado para mais plantas em todo o mundo.

Ao substituir completamente o gás natural por biogás e mudar para eletricidade renovável certificada, a unidade de produção Lilla Edet, na Suécia, está reduzindo suas emissões de CO2 de combustível fóssil a zero durante a produção normal.

Com esses investimentos para atingir suas ambiciosas metas ambientais, a Essity continuará avaliando possíveis soluções para fontes de energia para outros locais.

Fonte
CSR Wire
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo