CeluloseNotícias

Eldorado divulga Relatório de Sustentabilidade 2020

O documento divulgado esta semana destaca os desafios enfrentados pela empresa durante 2020, com a pandemia de Covid-19

A Eldorado divulgou a edição mais recente de seu relatório anual de sustentabilidade em seu site, já disponível para leitura. O documento divulgado esta semana destaca os desafios enfrentados pela empresa durante 2020, com a pandemia de Covid-19, o recorde de produção de celulose em Três Lagoas (MS) e o apoio social da empresa no enfrentamento dos problemas causados ou intensificados pela pandemia.

Além disso, demonstra os indicadores da norma Global Reporting Initiative (GRI) e o Sustainability  Accouting Standards Board (SASB), os Objetivos de Desenvolvimento e Sustentável da ONU (ODS) e respectivas metas que estão conectadas aos dez Princípios Universais do Pacto Global.

Ao longo do ano, a Eldorado produziu 1,770 milhão de toneladas de celulose, com o trabalho de 4,6 mil colaboradores – todos seguindo protocolos de saúde e segurança para continuar executando suas atividades. No âmbito social, foram investidos mais de R$ 13 milhões em equipamentos de proteção individual, testes de detecção de Covid-19, doação de alimentos e incentivo à produção de máscaras com artesãos locais, como parte do programa de responsabilidade social.

“Este relatório demonstra porque mantivemos, no ano passado, nossa posição de referência, tanto no setor de celulose, quanto no conjunto da economia brasileira, como uma empresa que concilia inovação, eficiência e sustentabilidade, responsabilidade social e governança”, explica o presidente da companhia, Carmine de Siervi Neto.

Além de manter o ritmo de produção, em 2020 a Eldorado concluiu as obras da sua primeira usina termelétrica, que utiliza energia inédia no Brasil para energia limpa utilizando tocos e raízes de eucalipto. Construída com recursos próprios, a UTE Onça Pintada fornece energia verde ao sistema elétrico nacional – são 50 MW de capacidade, suficientes para abastecer uma cidade com 700 mil pessoas.

Toda a matéria-prima utilizada na fabricação de celulose e geração de energia elétrica provém dos mais de 200 mil hectares de florestas plantadas certificadas em Mato Grosso do Sul. Outros 100 mil hectares correspondem às áreas de conservação ambiental, mantidas pela Eldorado. Juntas, essas florestas ocupam uma área equivalente a mais de 300 mil campos de futebol.

Em Três Lagoas, a fábrica de celulose Eldorado opera com capacidade anual de produção superior a 1,7 milhão de toneladas e, atualmente, sua força de trabalho soma mais de 5,2 mil colaboradores, divididos entre operações florestais, industriai, de transporte e portuárias.

Leia o relatório completo no site.

Fonte
Perfil News
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo