fbpx

Banner Animado Adritz no Portal Tissue Online

Celulose Coronavírus Notícias

Chineses diminuem compra de celulose e exportações caem

destacada-celulose-exportacao

Queda é reflexo da pandemia do novo coronavírus, segundo Radar Industrial da Fiems

Com a diminuição da compra de celulose feita pela China, as exportações de produtos industrializados de Mato Grosso do Sul caíram 5,2% no acumulado de janeiro a março deste ano.

Em números, a queda significa a perda de US$ 50 milhões de vendas ao exterior, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Celulose-1-1024x683

Na comparação entre março deste ano e março de 2019, a queda é de US$ 73 milhões, segundo dados do Radar Industrial da Fiems.

De acordo com o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende, essa redução é resultado da adoção de medidas de restrição, circulação e concentração de pessoas no naquele país por conta da pandemia da Covid-19, ocasionando uma forte redução do nível de atividade econômica.

Conforme os dados, celulose, papel e complexo frigorífico foram responsáveis por 80% do volume exportado. Os principais compradores da celulose foram China, Itália e Coreia do Sul.

LEIA TAMBÉM: