Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online

Notícias Tissue no Brasil

Suzano comemora 1º ano da Fábrica de Tissue no Maranhão

suzano fabrica celulose

A unidade tem capacidade de produção anual de 60 mil toneladas de papéis sanitários

A Suzano Papel e Celulose completou um ano da inauguração da fábrica de Tissue em Imperatriz, no Maranhão. Com resultados impressionantes, a unidade já atingiu recordes em produção diária de folha simples, produção diária de folha dupla e atingimento de velocidade. Além disso, atualmente a empresa ocupa a posição de líder do segmento de papéis higiênicos no Nordeste em volume.

A fábrica, que iniciou sua operação em 22 de novembro de 2017, representou o iniciou da produção de papéis sanitários (tissue) na Unidade Imperatriz, tornando-se a maior fábrica desse segmento no Estado. A unidade tem capacidade de produção de até 60 mil toneladas de papéis sanitários por ano, que podem ser utilizados na confecção de papel higiênico, papel toalha, lenços de papel e guardanapos, entre outros itens.

Esse marco possibilitou a venda direta para clientes do segmento, como também a conversão em produto final, que resultam hoje nas marcas próprias Max Pure® e Mimmo®. “Estamos muito felizes em celebrar esse momento com ótimos resultados. Nós buscamos continuamente exercer nosso trabalho com excelência e qualidade, o 1º ano da fábrica reforçou esse nosso compromisso em todas as nossas frentes de atuação”, afirma Diogo Conceição Souza,  Gerente de tissue da Suzano, no Maranhão.

Tendo como foco de atuação as regiões Norte e Nordeste do País, a Suzano divulgou em 2017 um investimento de R$ 540 milhões na construção de duas unidades de produção de bobinas gigantes (jumbo rolls) para produção de papel tissue com capacidade de 120 mil toneladas anuais, sendo uma localizada em Imperatriz e a outra em Mucuri, na Bahia.