CeluloseNotícias

Preços da celulose voltam a subir na China

O movimento reflete o mais recente reajuste anunciado pelos produtores sul-americanos

Os preços da celulose de fibra curta voltaram a subir com força na China. O movimento reflete o mais recente reajuste anunciado pelos produtores sul-americanos e já superou o valor válido para maio, de US$ 810 por tonelada, naquele mercado.

Na última semana, o preço líquido da fibra de eucalipto chegou a US$ 811,91 por tonelada na China – alta de US$ 18,90 em uma semana. No mês, o aumento é de US$ 30,20, confirmando que o reajuste de US$ 30 por tonelada foi integramente aplicado.

Os preços de revenda da celulose no mercado asiático também voltaram a subir, de acordo com o BTG Pactual. Em relatório de sexta-feira, 13, o banco aponta que esse valor chegou a US$ 815,57 por tonelada, com avanço de US$ 33,70 em uma semana. Dessa forma, o preço na revenda voltou a superar os vistos na importação.

A valorização da matéria-prima tem sido sustentada pela oferta limitada de celulose em um momento de demanda firme, somada às restrições logísticas que têm provocado atraso na chegada da fibra ao mercado chinês.

Recentemente, a Suzano havia anunciado um aumento de US$ 30 por tonelada para a Ásia, com aplicação imediata. A companhia já havia anunciado reajuste de US$ 60 na América do Norte em maio, elevando o preço de referência a US$ 1.520 por tonelada, e de US$ 50 no mercado europeu, para US$ 1.300 por tonelada.

A Klabin, por sua vez, indicou que todos os reajustes previstos para maio estavam sendo aplicados.

Fonte
Valor Econômico
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo