Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online

Notícias Tissue no Mundo

O papel higiênico fica sofisticado

papel_premium

Europa Os fabricantes de papel Higiênico premium foram obrigados a criar uma estratégia para combater as marcas próprias que controlam a quota de mercado, que é superior a 70%. O déficit remanescente é tão estreito que eles tinham que mergulhar em design e tecnologia para tornar os produtos mais elegantes e competir em uma indústria que vende, só na Espanha mais de  2.000 milhões de rolos  por ano.

Então, eles lançaram produtos com diferentes aromas, cores, camadas, e inúmeras outras variações.

Nas prateleiras das lojas também têm tomado a visão do consumidor, até virando um artigo para presente, o mesmo presente que vai dentro de uma caixa de metal  como se fosse uma bebida com pedigree, e com um carimbo da assinatura da Renova, por exemplo. Um dos mais recentes é o papel higiênico folha tripla, incorporando um óleo de macadâmia.

PROMOÇÕES E PRESENTES
Se o verde ou vermelho são as cores preferidas, o mais impressionante é o preto, que Renova exporta para 60 países. Fontes da empresa lembram como este nasceu e explicaram que quando o chefe da empresa assistia a uma apresentação do Cirque du Soleil, ele viu uma lona preta pendurada no palco. Ele pegou essa ideia, aplicou na indústria de papel tissue e em 2005 lançou o rolo preto.

Os aromas também adicionaram um toque de glamour ao papel higiênico. Nos rolos pode-se sentir o cheiro de lavanda, pêssego, talco … Mas é sofisticada em mais um ponto: “O perfume está dentro do tubete e não no papel para evitar o contato com a pele e provocar alergias.”

Na Espanha são vendidos anualmente mais de 2.000 milhões de rolos de papel higiênico, traduzido em dinheiro vivo, representam um volume de negócios total de 520 milhões de euros. Em 2013, a marca própria teve uma quota de mercado de 75,6% e, no segundo trimestre deste ano, o percentual era de 72,9%. Este ligeiro declínio de marcas próprias é que as empresas líderes trouxeram novidades, os preços foram ajustados de modo que há menos diferença entre as marcas do fabricante e ‘marca própria’, e também através de promoções ou descontos.

Os fabricantes não só optaram pela cor e perfume no papel. Eles também fizeram uma mudança na decoração dos papéis higiênicos. “Agora é menos obsoleto. Nós substituímos os desenhos antigos lírio por marcianos, frases latinas ou linguagem de sinais … “, dizem fontes do setor. Juan Carlos Gázquez-Abad, professor de Pesquisa de Mercado da Universidade de Almería, que também tem como alvo uma nova mudança: a metragem. “Em 2011 a empresa mudou o formato e decidiu medir o papel por metro e não por folhas de uso”, explica.

E em questão de medidas, de cada país tem seus próprios critérios. Nos Estados Unidos, os rolos têm uma largura ou uma altura de 115 mm, o que é preferido pelos americanos. “Aqui tudo é maior”, diz Slocker. Na Espanha, a medida é de 90 mm; na Itália, 97, e, no Reino Unido pode atingir 110 mm. A tendência é de rolos maiores e mais grossos.

A modernização do setor depende também dos novos canais de distribuição e, é claro, à venda na internet. “Por enquanto é tendência”, dizem os fabricantes, mas tem um futuro sólido, porque as pequenas e médias empresas querem ter acesso a este sistema diretamente com os preços do fabricante. Jose Angel Teran disse que o formato mais comum é os pacotes de 12 rolos, que respondem por mais da metade das vendas.

elperiodico.com