NotíciasTissue no Mundo

Navigator aumenta preços de papéis tissue em até 8%

O reajuste será válido a partir de 1º de abril de 2021 e se dá em virtude dos aumentos nos preços das matérias-primas

Nessa quarta-feira, 17, a portuguesa Navigator informou que irá aumentar de 6 a 8% os preços dos seus papéis tissue, isto é, papéis higiênicos, guardanapos, toalhas de papel e outros produtos, em todos os mercados onde opera.

O reajuste será válido a partir de 1º de abril de 2021 e, de acordo com a papeleira, ocorre em virtude do aumento “generalizado e significativo” dos preços em muitos dos seus fatores de custo.

Entre as despesas em questão, estão matérias-primas “como produtos químicos, energia, materiais de embalagem (plástico e cartão) e celulose, sendo essa última o principal fator de custo para a produção de tissue”.

Segundo a empresa, o setor de tissue registrou aumentos de 15% a 20% em alguns desses insumos, “o que tornou impossível não refletir, pelo menos parcialmente, este aumento nos preços aos seus clientes”.

EMPRESA ESTÁ ENTRE AS MAIORES EXPORTADORAS DE PORTUGAL

Dados recentes do Instituto Nacional de Estatística (INE) de 2020 colocaram a Navigator no terceiro lugar da lista das maiores empresas exportadoras de Portugal e em primeira posição como a empresa com maior contribuição para o Valor Acrescentado Nacional.

A companhia permanece no ranking das maiores exportadoras do país com mais de 90% dos seus produtos sendo vendidos em 130 países. Além disso, conta com cerca de 5.600 fornecedores nacionais, gerando, de forma direta, indireta e induzida, mais de 30 mil postos de trabalho em Portugal.

 

A Navigator lidera o ranking no Valor Acrescentado Nacional devido à incorporação de recursos naturais florestais na sua cadeia de valor. A empresa corresponde a aproximadamente 1% do PIB nacional, além de cerca de 3% das exportações nacionais de bens. No ano passado, também recebeu o Prêmio Exportação e Internacionalização 2020.

Com um investimento anual de 185 milhões de euros, a companhia gerencia mais de 108 mil hectares de florestas de Norte a Sul do país, bem como promove a gestão e valorização dos espaços rurais. Em 2020, quase 2 mil proprietários florestais arrendaram os seus terrenos à Navigator, o que significa 45% do patrimônio florestal sob sua gestão.

As unidades fabris da Navigator geram cerca de 3 mil postos de trabalho diretos, cerca de 9 mil indiretos nas regiões em que atua, e mais de 30 mil a nível nacional.

Em outubro de 2019, tornou-se a primeira empresa portuguesa – e uma das primeiras a nível mundial – a assumir o compromisso de antecipar, em 15 anos a sua neutralidade carbônica, o que lhe permitirá ter, até 2035, todos os seus complexos industriais neutros em emissões de carbono.

A The Navigator Company é uma produtora integrada de floresta, celulose e papel, tissue e energia.

Fonte
Jornal EconômicoDo Papel
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo