fbpx
NotíciasPapel Marrom

Klabin intensifica capacitação de profissionais em Ortigueira

No local, a companhia investe R$ 9,1 bilhões na execução do Projeto Puma II

Neste ano, diversas indústrias estão reforçando investimentos em qualificações profissionais com o objetivo de compensar a redução nos treinamentos em 2020 devido à pandemia do coronavírus. A ideia das empresas é evitar a falta de mão de obra quando houver a retomada da economia, que deve ocorrer no segundo semestre.

Este é o caso da Klabin, que está intensificando a oferta de capacitações em Ortigueira (PR), onde está em execução o Projeto Puma II.

No local, estão sendo investidos R$ 9,1 bilhões em duas máquinas de papel para embalagens (kraftliner), com produção de celulose integrada, e capacidade total de 920 mil toneladas de papéis por ano.

Por meio de parceria com o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), a Klabin está ofertando capacitação para mil pessoas. Neste semestre, é prevista a contratação de 650 profissionais para a unidade.

 

“Existe uma preocupação com a necessidade de formação qualificada porque nosso processo produtivo é bem específico. Ou tiramos alguém do concorrente ou temos que formar a pessoa”, afirma o gerente regional de gente e gestão da Klabin, Frederico Vermeulen.

Segundo Frederico, parte dos funcionários contratados em 2020 não passou por treinamento devido à pandemia e, agora, necessita de cursos de reciclagem ou novas capacitações.

Em uma década, a Klabin espera dobrar sua capacidade produtiva. Direta e indiretamente, a companhia emprega hoje 23 mil pessoas. Só no ano passado, destinou R$ 12 milhões em treinamentos, mas, em 2021, o aporte será ainda maior, falou Vermeulen, sem mencionar números.

Fonte
Valor Econômico
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo