NotíciasTissue no Mundo

Kimberly-Clark constrói estação de tratamento de água em fábrica de tissue na Alemanha

Chamada de “Projeto Camelo”, a instalação permite que as águas residuais do processo de produção sejam tratadas com mais eficiência

Em todo o mundo, a equipe da Kimberly-Clark trabalha para resolver desafios críticos de sustentabilidade e busca novas maneiras de fazer seus produtos essenciais com o menor impacto ambiental.

É o caso da unidade da Kimberly-Clark Professional em Koblenz, na Alemanha, onde os colaboradores construíram uma estação de tratamento de águas residuais que limpa a água organicamente e, ao mesmo tempo, gera um biogás que pode ser usado como fonte de energia. A instalação fabrica produtos de tissue e usa água como componente primário.

 

Chamada de “Projeto Camelo”, a estação de tratamento permite que as águas residuais do processo de produção sejam tratadas com mais eficiência e recicladas de volta para a unidade de produção de tissue. Ela também usa um digestor anaeróbico para produzir biogás de metano de orgânicos nas águas residuais. Esse biogás substitui até 10% do gás natural usado para aquecer a caldeira da instalação e elimina cerca de 1.000 toneladas de produção de dióxido de carbono anualmente.

A Kimberly-Clark reconheceu os integrantes do Projeto Camelo com o prêmio interno Crystal Tree por Excelência de Equipe na categoria Pegada Hídrica. A iniciativa também foi selecionada para o prêmio 2020 Ethical Corporation Responsible Business Award.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo