fbpx


Banner Incape Portal Tissue Online


Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online

Notícias Notícias Exclusivas Tissue no Mundo

Japão lança campanha que estimula estoque de papel higiênico

Dia 1º de setembro é tradicionalmente conhecido como o Dia da Prevenção de Desastres no país. Autoridades dizem que, quando se fala em prevenção, a população lembra apenas de comida e de água

japaopapelhigienicoap

As autoridades japonesas deram início, na última segunda-feira, a uma campanha pública que estimula a população a estocar papel higiênico. A ideia é alertar os japoneses sobre a necessidade de incluir o produto nos estoques feitos por quem mora em áreas sujeitas a terremotos. As informações são da agência AP.

Segundo a publicação, a campanha marca o Dia da Prevenção de Desastres, comemorado nesta segunda-feira. As autoridades dizem que, quando se fala em prevenção de desastres, a população lembra imediatamente de comida e de água, mas esquecem do papel higiênico, lembrado apenas no momento do uso.

Como parte da campanha, os fabricantes criaram um modelo de rolo de papel higiênico de 150 metros, que promete durar o dobro de um rolo de tamanho regular. De acordo com as estimativas dos fabricantes, o pacote com seis rolos do tamanho especial é suficiente para o uso mensal de uma família de quatro pessoas. A campanha envolve cerca de 40 empresas de fabricantes.

O Japão é um país que leva a sério a preparação para momentos de desastres, especialmente desde o terremoto e o tsunami de 2011, que aconteceram no nordeste do país e deixaram cerca de 19 mil mortos. O dia 1º de setembro é tradicionalmente conhecido como o Dia da Prevenção de Desastres, marcando a data do Grande Terremoto de Kanto, em 1923, que matou mais de 100 mil em Tóquio e áreas próximas.

“O papel higiênico é uma parte indispensável da vida cotidiana”, disse Satoshi Kurosaki, presidente da Associação Industrial do Papel Doméstico do Japão. “Junto com a comida, o papel higiênico foi um dos primeiros itens que desapareceram das prateleiras das lojas, após o desastre de 2011”, afirmou Kurosaki.

selo_ok

Terra