Notícias Tissue no Mundo

Corte de preços afetará Kimberly-Clark México

O impacto negativo da redução de preços agressivos e aumento do custo de matérias-primas, pode gerar pressão sobre a Kimberly-Clark do México, diz análise da Invex.

KIMBERLY-MEXICO

Isso explica, o fato de os analistas advertirem sobre o desempenho da empresa à curto prazo.

“Cortamos o nosso preço-alvo para 36 pesos por ação, por isso a nossa recomendação é modificado na compra e venda, devido ao corte em todas as nossas projeções para 2014 e isso gera um menor potencial de ação “, diz Ana Hernández Velázquez.

A Kimberly-Clark do México relatou uma diminuição nas vendas, principalmente devido a um corte de cerca de 4% nos preços.

Neste sentido, indica-se que os preços mais baixos vão impulsionar o crescimento no volume de vendas “, mas não será forte o suficiente para amenizar completamente o efeito negativo que terá os preços mais baixos para o final do ano.”

A projeção sobre as receitas da KC totalizou 29,065 milhões de pesos para o final de 2014, o que significa um decréscimo de 2,06%.

Segundo a Invex, embora a maioria das vendas da empresa estão em pesos, o dólar ainda é moeda predominante nas contas da companhia.

NOVA FÁBRICA

A Invex indica que o único catalisador mais importante para a estação será o lançamento de sua fábrica de papel tissue em El Bajío, no próximo mês.

Foi observado um ligeiro aumento nas vendas no último trimestre do ano. Além disso, a otimização de recursos pode melhorar as margens operacionais. No entanto, esse efeito não será refletido nos resultados da empresa em 2015.

Tem se esperado também que os efeitos negativos resultantes da implementação da reforma tributária sejam totalmente diluídos a partir do próximo ano, derivados de uma base de comparação mais elegíveis, bem como o aumento da confiança do consumidor impulsionado pelo crescimento econômico ligeiramente acelerado.

 selo_ok

eleconomista.com.mx