NotíciasTissue no Brasil

CEO da Copapa espera “sensibilidade” dentro da cadeia produtiva de tissue

Assim como todo o mercado, a fabricante fluminense sofreu os impactos dos aumentos de custos dos insumos no início do ano

O início de 2021 foi de muitas dificuldades para os fabricantes de tissue, pois, com a alta dos insumos, o repasse se tornou ainda mais lento e as margens, mais apertadas. O desafio também foi enfrentado pela fabricante fluminense de papel tissue Copapa.

“A nossa expectativa é de que exista uma sensibilidade dentro da cadeia como um todo, de que possa existir um equilíbrio nos custos que estão sendo praticados. E nós sabemos que a maioria desses custos é por escassez, não por especulação”, comentou o CEO da empresa, Fernando Pinheiro, durante o Talk Tissue – Especial Fabricantes.

Além da falta de insumos, outro motivo que tende a levar à escassez é uma possível crise de energia, causada pela falta de chuvas, que afeta as hidroelétricas, principais fontes de energia elétrica no país e força motriz da indústria.

Diante desse cenário, o segmento tem trabalhado para minimizar os impactos sob a produção e continuar atendendo às demandas do mercado. “Eu tenho convicção plena de que todos nós estamos fazendo tudo que é necessário, como análise das oportunidades internas, de melhoria da produtividade, das reduções de custos internos, de buscar inovação e tecnologia”, concluiu.

Confira na íntegra o Talk Tissue – Especial Fabricantes:

Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo