CeluloseNotíciasVoith

Campanha #SouMaisPapel tem nova fase com a união de entidades, fabricantes e fornecedoras

No atual contexto, no qual se discute qual planeta teremos para as futuras gerações, o setor de papel e celulose mostra sua outra ponta: como atua para entregar soluções inovadoras e com foco em eficiência e sustentabilidade

Foi lançada, nessa quarta-feira, 12 de janeiro, a segunda onda da campanha #SouMaisPapel, iniciativa de entidades e empresas que compõem a cadeia de base florestal, responsável pela produção de celulose, papel, embalagem de papel, pisos laminados, painéis de madeira, entre outros. O objetivo do movimento é informar ao grande público toda sustentabilidade existente ao longo do processo produtivo desta indústria, desde o campo até o bioproduto nas mãos dos consumidores.

Nesta oportunidade, além das 15 entidades que participaram da primeira fase da campanha em 2021, juntam-se as empresas fabricantes de máquinas e equipamentos para o setor de celulose e papel, como Andritz, Valmet e Voith, além da Andipa (Associação Nacional dos Distribuidores de Papel).

Por meio de peças em redes sociais e com foco no dia a dia das pessoas, a campanha trará dados relevantes que comprovam a atuação do setor em busca de eficiência, sustentabilidade e inovação. Nesta oportunidade, também será reforçado como o setor é importante para outras áreas da economia e apresenta soluções que impactam no cotidiano de milhões de pessoas no Brasil e no mundo.

No atual contexto, no qual se discute qual planeta teremos para as futuras gerações, o setor de papel e celulose mostra mais uma vez que atua para entregar soluções amigáveis ao meio ambiente e tem foco total na eficiência e na sustentabilidade.

“Colocar mais uma etapa da campanha #SouMaisPapel no ar demonstra que o setor de árvores cultivadas está do lado certo da equação das mudanças climáticas. É fundamental também atuarmos de maneira educativa, informando o público final sobre o processo sustentável que há por trás de cada produto da indústria de base florestal que é fundamental para o dia a dia. A boa repercussão da primeira fase chamou a atenção de empresas e associações, que se dispuseram a se juntar para uma segunda onda e reforçar este movimento que leva informação para toda a sociedade”, diz o embaixador José Carlos da Fonseca Jr., diretor executivo da Ibá.

“Para a Voith, apoiar a 2ª fase da campanha #SouMaisPapel soou de forma muito natural. Somos parceiros das empresas e associações do setor de papel e celulose há muito tempo e seguimos firmes com o nosso propósito de trabalhar por um mundo melhor com papel”, comenta Antonio Lemos, presidente da Voith Paper América do Sul.

“O setor gráfico sempre foi um entusiasta da campanha #SouMaisPapel. Todos os nossos associados mergulharam no projeto e por isso mantivemos o apoio nesta segunda etapa com o mesmo empenho da primeira. Acreditamos que a união dos setores é fundamental para levarmos as nossas mensagens cada vez mais longe”, explica Sidney Anversa Victor, presidente da ABIGRAF Nacional.

A primeira fase da #SouMaisPapel obteve resultados expressivos com marcas superiores a 6 milhões de pessoas alcançadas e mais de 100 mil interações nas mídias sociais.

PARTICIPANTES

A 2ª etapa da campanha #SouMaisPapel conta com o patrocínio da Voith, da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), associação nacional do setor de árvores cultivadas, e o apoio das empresas citadas anteriormente e das entidades setoriais Abigraf (Associação Brasileira da Indústria Gráfica), Empapel, ABTCP (Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel), ANAP (Associação Nacional dos Aparistas de Papel), ANDIPA (Associação Nacional dos Distribuidores de Papel) e Two Sides.

Junto a elas, nove associações representativas estaduais massificarão as mensagens regionalmente: ABAF (Associação Baiana de Empresas de Base Florestal), ACR (Associação Catarinense de Empresas Florestais), Ageflor (Associação Gaúcha de Empresas Florestais), AMIF (Associação Mineirada Indústria Florestal), APRE (Associação Paranaense de Empresas de Base Florestal), Arefloresta (Associação dos Reflorestadores do Mato Grosso), Cedagro (Centro de Desenvolvimento do Agronegócio), Florestar (Associação Paulista dos Produtores, Fornecedores e Consumidores de Florestas Plantadas) e Reflores MS (Associação Sul-Mato-Grossense de Produtores e Consumidores de Florestas Plantadas).

Fonte
Voith
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo