Notícias Sustentabilidade Tissue no Mundo

Bambu – Uma alternativa cada vez mais em pauta na produção Tissue

divulgamos algumas notícias referentes à estudos do uso de bambu como matéria prima para produção de Tissue, inclusive gigantes do ramo, como a Kimberly clark, tem estudado o bambu.

sensational-bamboo-kitchen-towell-8roll-75sheets

Algumas empresas já estão comercializando produtos à base de bambu, é caso da americana Cape Coral-based company, Green Hygienics Inc., que já apresenta no seu portfólio produtos como papel higiênico e toalhas de papel, derivados de bambu, são vendidos sob a marca “Sensational Bamboo.”

sensational-bamboo-facial-tissue-185_coming-soon

A empresa continua desenvolvendo novos produtos de bambu, como lenços umedecidos, guardanapos e lenços de papel, tudo para ser lançado “em breve”. Fraldas também estão nos planos da companhia para crianças e adultos, além de absorventes higiênicos e pratos descartáveis, tigelas e copos.

“Há algumas empresas que estão trabalhando nisso”, disse Bruce Harmon, diretor financeiro da empresa. “Acreditamos que somos um dos mais rápidos no mercado, com uma linha inteira, já a venda.”

Como já citado, há quase dois anos, a Kimberly-Clark Corp, com marcas bem conhecidas como Kleenex e Huggies, anunciou que iria reduzir a quantidade de fibra de madeira que ela usa de florestas naturais pela metade até 2025. Sua alternativa de escolha? Bamboo.

O CEO da Green Innovations Ltd. – a empresa-mãe da Green Higiene – é Philip Rundle, um executivo sênior da Kimberly-Clark. Ele ingressou na empresa no ano passado, com mais de 25 anos de experiência na indústria de papel. Na Kimberly-Clark, que ele ajudou na engenharia de grandes marcas como Huggies, Kotex e Pull-Ups.

“Os produtos tissue, comandam o mercado. Essa é uma indústria de US $ 21,7 bilhões nos EUA. A indústria como um todo para os nossos produtos é uma indústria de 29000 milhões de dólares “, disse Harmon.

O bambu é visto como uma das melhores alternativas “verdes” para o papel porque é livre de árvores, ao contrário de papel reciclado.

“Desde que o bambu é uma possibilidade, estamos preservando nossas árvores, e essa é a razão por trás do uso de bambu. O bambu é uma fonte extremamente viável de polpa para fazer produtos de papel “, disse Harmon. É um produto de qualidade e pode crescer vários metros por dia “, disse Harmon. “É um produto sustentável.”

A demanda por produtos de papel está crescendo porque é com base na população, e não sobre a economia, disse ele.

A empresa, que importa, comercializa e distribui os seus produtos, lançou seus primeiros produtos de bambu em janeiro.

“Leva tempo, mas está pegando”. Os varejistas estão ansiosos para oferecer aos seus clientes mais produtos “verdes”, e o marketing está evoluindo em direção a uma posição mais sustentável para proteger o meio ambiente”.

selo_ok

naplesnews.com
Adaptação – Tissue Online