fbpx


Banner Incape Portal Tissue Online


Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online

Coronavírus Notícias Tissue no Mundo

Washington Post destaca estudo que aponta os malefícios do secador de mão

destacada-wash-post

Matéria afirma que utensílios podem sugar bactérias do ar diretamente para as mãos recém-limpas

O Washington Post publicou uma reportagem em que destaca um estudo e ouve especialistas sobre os malefícios do uso do secador de mão.

De acordo com a matéria, o mantra frequentemente repetido para lavar as mãos nem sempre enfatiza a importância de como secá-las. Mas sempre que possível, e especialmente em um banheiro público, o ideal é pensar duas vezes antes de usar os secadores de mãos, que podem sugar bactérias do ar diretamente para as mãos recém-limpas.

post secador de maos

Para o novo coronavírus, ainda não existem dados indicando que os banheiros, especificamente, são um local onde o vírus se espalha. “O que sabemos é que os ventiladores de ar no banheiro circulam todos os germes e partículas de ar ao redor, e sabemos que isso não é uma coisa boa”, disse Christina Johns, consultora médica sênior e porta-voz da PM Pediatrics. “Certamente, qualquer tipo de micróbio que tenha maior longevidade nas superfícies é sempre preocupante quando você tem grandes motores, especialmente as partículas que se assentaram e ainda não foram limpas com um alvejante”. Quando um motor sopra partículas no ar, elas se tornam partículas em aerossol. “Então você inspira ou toca seu rosto com a mão, e agora existe uma entrada em seu corpo”, comentou Johns.

Os banheiros estão cheios de superfícies frequentemente tocadas, “portanto, há um alto fardo de contaminação por germes”, explicou Craig Shapiro, médico assistente em doenças infecciosas pediátricas do Nemours / Alfred I. duPont Hospital for Children, em Delaware. Shapiro disse que ninguém ainda sabe ao certo quanto tempo o coronavírus pode viver nas superfícies. “Pode demorar duas horas ou 24 horas”, mas vírus respiratórios semelhantes são transmitidos através do contato nas superfícies.

“Os banheiros públicos são provavelmente um dos ambientes mais arriscados para a transmissão de germes”, disse Shapiro. Um vaso sanitário descoberto emite uma névoa de micróbios de até 5 metros no ar (você deve pensar duas vezes antes de deixar uma escova de dentes no balcão). E nos banheiros públicos, não se sabe com que frequência eles estão sendo limpos e quais desinfetantes são usados.

As recomendações de lavagem das mãos dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças especificam secagem ao ar ou toalhas de papel. Secar as mãos é crucial para uma boa higiene: as mãos molhadas transferem os germes mais facilmente do que as secas. A pesquisa médica apoia essa recomendação. E embora o CDC não recomende explicitamente evitar os secadores de mãos, os estudos mostraram que esses secadores, especialmente os secadores a jato de velocidade ultra alta, dispersam muito mais bactérias do que toalhas de papel descartáveis.

germy-hands

Em um estudo que comparou três métodos de secagem das mãos (toalhas de papel, secadores de ar quente e secadores de jato a velocidades ultra altas), os cientistas descobriram que os secadores de jato dispersavam 20 vezes mais vírus que o secador de ar quente e mais de 190 vezes mais que as toalhas de papel que o impacto do vírus foi maior em 2 pés e 4,1 pés – que é o local onde uma criança pequena estaria de pé. Em um estudo separado, os cientistas descobriram que as placas de Petri expostas aos secadores de mãos do banheiro cresceram significativamente mais colônias de bactérias. Sem os secadores de mãos, as placas de Petri tinham menos de uma colônia de bactérias; com 30 segundos de secadores de mãos ligados, as placas de Petri tinham uma média de 18 a 60 colônias, uma até 254.

Os secadores a jato podem vir com filtros Hepa, projetados para impedir que bactérias sejam empurradas para fora do secador, mas nos estudos de pesquisa, os cientistas concluíram que a maioria das bactérias dos secadores de mãos vinha do ar do banheiro, em vez de dentro o próprio secador.

blog-toalha-de-papel-ou-secador-de-ar

Antes de afastar os banheiros públicos para sempre, existem algumas etapas a serem tomadas para melhorar a situação sanitária: Fechar a tampa do vaso sanitário pode impedir a névoa do aerossol. Além disso, os banheiros de baixa pressão são cada vez mais comuns e emitem menos névoa de aerossol do que os de alta potência. Muitos serviços de saúde e restaurantes estão se afastando dos secadores de mãos e oferecendo toalhas de papel. Os secadores de ar que secam as mãos por evaporação circulam menos bactérias que os secadores de jato de alta velocidade.

Se você precisar usar um secador, Johns disse, esfregue as mãos vigorosamente para minimizar o tempo necessário para permanecer. E os pais devem fazer o que puderem para garantir que as crianças evitem tocar no bico. A opção ideal, disse Shapiro, são os dispensadores de papel toalha de uso único que usam sensores de movimento, para que não seja necessário tocar nas superfícies.

“As bactérias podem se agarrar às gotas de água nas mãos molhadas”, enfatizou Shapiro. Portanto, somente se o secador a jato for a única opção, use-o.

LEIA TAMBÉM: