fbpx
CeluloseNotícias

Veracel terá novo presidente em 2021

Caio Zanardo assumirá o posto de Andreas Birmoser, que vai para a vice-presidência de negócios de embalagens de papel cartão na Stora Enso, em Estocolmo

Joint venture entre a brasileira Suzano e a sueco-finlandesa Stora Enso, a Veracel terá novo comando a partir de 1º de fevereiro. Nesta data, o diretor florestal da Suzano, Caio Zanardo, assumirá o posto de Andreas Birmoser, que está na presidência da produtora de celulose de eucalipto instalada em Eunápolis (BA) desde 2018.

Nesse período, disse Birmoser em entrevista ao Valor, a fábrica quebrou seu recorde de produção, a produtividade florestal foi recuperada e os custos, reduzidos. “O planejamento de longo prazo era ser a melhor opção de investimento para os acionistas”, afirmou o executivo, que assumirá em fevereiro a vice-presidência sênior de negócios de embalagens de papel cartão na Stora Enso, em Estocolmo. Essa área de negócios, a de maior crescimento para a multinacional, está inserida na Divisão de Materiais para Embalagens.

Em operação desde 2005, a Veracel produz anualmente cerca de 1,1 milhão de toneladas de celulose de eucalipto e tem um plano antigo de expansão, adiado algumas vezes anos atrás, por diferentes razões. Conforme Birmoser, houve avanços importantes para um investimento potencial em ampliação, embora ainda haja outras questões em aberto. “A Veracel tem potencial de expansão e deu passos significativos nessa direção, mas a decisão é dos acionistas”, afirmou. Um dos pontos de atenção, e que pesou no adiamento dos planos de expansão, é o conflito agrário na região. Segundo o executivo, a Veracel encontrou soluções inovadoras para resolver o problema que restava.

Sua carreira na empresa foi construída ao longo de uma década. Entre 2010 e 2011, foi diretor financeiro da Veracel e participou de seu conselho de administração de 2012 a 2018, quando assumiu a presidência.

Antes de se mudar para o sul da Bahia, ocupou as posições de vice-presidente sênior de Finanças, TI e Planejamento Estratégico da Stora Enso Biomateriais, foi membro do Conselho de Administração da unidade Montes del Plata (no Uruguai) e chefe de controladoria na Stora Enso na Finlândia.

 

Conforme o executivo, a Veracel forjou sua cultura de empresa a partir das melhores características de cada uma das acionistas e, durante sua gestão, migrou do modelo de comando e controle para um modelo mais colaborativo. A fusão da Fibria com a Suzano – a sócia original da Stora Enso era a Aracruz, que foi incorporada à Votorantim Celulose e Papel (VCP) e deu origem à Fibria, por sua vez incorporada pela Suzano no ano passado – também trouxe ganhos, acrescentou. Com atuação em 13 municípios, a Veracel tem cerca de 3,2 mil funcionários, entre próprios e terceiros.

Caio Zanardo, por sua vez, está mais de 16 anos na Suzano, considerando-se os cargos que ocupou na Votorantim e na Fibria (incorporada no início de 2019 pela companhia). Graduado em Engenharia Florestal pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de São Paulo, em 2003, Zanardo possui MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e cursou Advanced Strategy Management no International Institute for Management Development (IMD) Business School, em Lausanne, na Suíça.

Em comunicado, a Veracel informou que o processo de busca pelo novo diretor-presidente foi conduzido pelos representantes dos dois acionistas.

Fonte
Valor Econômico
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Baixe nosso e-book!

Conheça OS PRINCIPAIS fabricantes de papel tissue do Brasil e suas capacidades produtivas.

Este levantamento apresenta os principais fabricantes de papel tissue no Brasil em ranking definido por capacidade produtiva instalada.