Notícias Tissue no Mundo

Toscotec é reconhecida como líder global em Projetos Tissue “Turnkey”

Nos últimos 15 anos, a Toscotec se especializou no fornecimento de projetos “Turnkey”, entregando mais de 20 projetos completos em todo o mundo. Com base neste expressivo volume, a Toscotec tornou-se líder global de projetos de Tissue “Turnkey”.

O escopo de fornecimento “turnkey” da Toscotec engloba toda a fábrica de papel tissue, com a única exceção das obras civis.

O escopo de fornecimento da Toscotec inclui:

  • Planta completa do Sistema de Preparo de Massa:
    • Tanques, agitadores, tubulação, bombas de processo
    • Instrumentos de controle para massa e água
    • Sistema TT SAF (Short Approach Flow) patente Toscotec
  • Máquina Tissue completa com design Crescent Former ou TAD;
  • Automação e sistemas de controle;
  • Central elétrica com gabinetes, motores, cabos e acessórios;
  • Sistemas Auxiliares:
    • Planta de vácuo e Sistema de vapor e condensado
    • Sistemas de remoção de pó e névoa / Estações de tratamento de água
    • Ar comprimido, geradores, pontes rolantes
    • Sistema HVAC (Aquecimento, Ventilação e Ar Condicionado)
    • Skids de preparação química
    • Pacote completo de serviços, montagem, comissionamento e start-up da planta
    • Treinamento operacional e de manutenção
    • Apoio técnico operacional pós startup da máquina para atingir o desempenho garantido.

Os locais de instalação se estendem por todos os continentes, com projetos na Ásia, África, Américas e Europa. Cada projeto tem requisitos logísticos específicos, incluindo o transporte para áreas remotas, e muitas vezes exige conformidade com os padrões locais de instalação da máquina, com coordenação necessária com órgãos governamentais locais e engenharia personalizada.

Isso é parte do motivo pelo qual a considerável flexibilidade e a comunicação contínua da Toscotec com os clientes, resultam em melhor desempenho e na conclusão bem-sucedida de projetos complexos, como “Turnkey”.

Além do fornecimento greenfield, a Toscotec também é especializada em projetos de reforma no modelo “Turnkey”, onde fornece todo o pacote para a reforma, incluindo o escopo completo dos equipamentos, serviços de desmontagem, montagem, comissionamento e start-up. As reformas da Toscotec regeneram e prolongam a vida útil da fábrica existente e exigem um grau ainda maior de personalização do que os projetos greenfield, porque o projeto leva também em consideração as restrições dos equipamentos existentes reaproveitados.

Mais de 70% dos projetos “Turnkey” da Toscotec levaram a instalação da máquina de papel tissue AHEAD top de linha da empresa, com largura de papel entre 2,7m a 5,6m, capacidade de produção de até 250 tpd e velocidade de operação de até 2.000 m/min.

Os produtores tissue apontam para a responsabilidade total do fornecedor como uma das principais vantagens dos contratos “Turnkey”.

A Toscotec demonstrou constantemente sua capacidade de fornecer performances exigentes e gerenciar com sucesso projetos altamente complexos. O fato de que uma alta porcentagem de projetos “Turnkey” da Toscotec são pedidos repetidos é uma clara evidência disso.

O Grupo Wepa na Alemanha, escolheu consecutivamente a Toscotec para fornecimento de quatro de suas plantas “Turnkey”, com start-ups em 2002, 2015 e 2017.

A produtora nigeriana de tissue Bel Papyrus iniciou três fábricas completas da Toscotec, a TM1 foi o primeiro fornecimento da Toscotec na modalidade “Turnkey”, e em seguida a TM2 em 2004 e a TM3 em 2013.

Outros projetos foram adquiridos de forma consecutiva pela Cia. Navigator em Portugal e vários projetos da Essity.

A tripla vantagem competitiva da Toscotec em Projetos “Turnkey”

Cristina Brocchini, VCTO / Gerente de Projetos e Engenharia da Toscotec, diz: “Nossa 1ª vantagem competitiva como fornecedor turnkey é a nossa capacidade interna comprovada em gerenciar projetos complexos, com base na vasta experiência que adquirimos ao longo dos últimos 15 anos”.

O vasto escopo de fornecimento de projetos turnkey exigem habilidades notáveis de gerenciamento ​​e coordenação bem ajustada. Cristina Brocchini destaca: “Toda a engenharia é desenvolvida internamente, o que significa que 100% do projeto da planta é feito pelo próprio departamento técnico da Toscotec, incluindo todos os processos (massa, água, vácuo, capota, vapor, pó, névoa etc.).” A fabricante italiana tem investido na formação de uma equipe técnica altamente especializada, que trabalha com as mais avançadas ferramentas tecnológicas, incluindo múltiplos softwares CAD 2D e 3D, o sistema PLM (Product Lifecycle Management) de primeira classe, software de simulação avançado e ferramentas de análise mecânica, como FEM (Finite Element Model), CFD (Computational Fluid Dynamics) e PFD (Process Flow Diagrams). “Também possuímos um rígido protocolo de coordenação interna de competências, para garantir eficiência entre áreas técnicas, compras, produção, logística e demais departamentos envolvidos”, afirma Brocchini.

O departamento de serviços da Toscotec também é um participante importante na conclusão bem-sucedida de projetos “turnkey”.

O diretor de atendimento ao cliente, Valter Di Nardo, acrescenta: “A montagem de um projeto “turnkey” dura vários meses e exige um planejamento dedicado e muito trabalho de gerenciamento e coordenação de pessoas. Em 2015, nós realmente nos superamos, iniciando cinco projetos completos no mesmo ano. Gerenciar mais de um projeto “turnkey” ao mesmo tempo não é incomum na experiência da Toscotec. Em 2009, realizamos 3 projetos “turnkey”, e depois mais 2 em 2017 e teremos outros cinco começando a produção ainda este ano e início de 2020.”

A 2ª vantagem que a Toscotec oferece como fornecedor “Turnkey” é a sua capacidade comprovada em projetos com todos os tipos de matérias-primas.

A Toscotec tem uma vasta experiência em todos os tipos de fibras, incluindo fibras virgens, papel reciclado, não-madeira (bambu, bagaço e outros) e fibras des-tintadas, pré-secas e recuperação de fibras no processo.

Brocchini diz: “Com os projetos “turnkey”, podemos passar por todas as áreas do processo e realizar as adaptações necessárias à fábrica, atendendo também solicitações de nossos clientes. Quanto às fibras recicladas, projetamos e entregamos sistemas de preparo de massa em diversas plantas com projeto “turnkey” na África e na Europa.

A Bel Papyrus PM3 foi um caso bastante desafiador. Fornecemos duas linhas de preparo de massa, uma para fibras virgens e outra para fibras recicladas, que poderiam operar totalmente independentes ou combinadas para obter uma polpa mista. A linha de papel reciclado incluiu vários estágios de depuração, sistema de limpeza de baixa densidade, planta de remoção de tinta, limpeza de dupla filtragem, dispersão a quente e duas estações de branqueamento (oxidante e redutora). Também fornecemos o sistema de tratamento de lodo, que é crucial quando se trata de matéria-prima reciclada”.

Nos casos em que a fábrica de papel produz sua própria polpa, a Toscotec solucionou habilmente a questão do alto teor de resina na polpa, especialmente na celulose de fibra longa, evitando assim o risco de paradas não planejadas e redução da vida útil da tela.

De olho na redução do custo de produção, em inúmeros projetos a Toscotec também projetou uma série de linhas customizadas para processar refugos de conversão (incluindo núcleos, cola e resíduos plásticos) e papel reciclado. Com a adição destes sistemas de reciclagem na linha de  fibras, é possível alcançar um processo mais estável e maximizar a eficiência do uso de fibras, sem afetar o desempenho da máquina.

A 3ª vantagem principal do fornecimento “Turnkey” da Toscotec é seu foco em economizar energia e ampliar a eficiência energética em toda a fábrica.

A recuperação de calor é a especialidade da Toscotec, visando alcançar a máxima eficiência térmica possível. O sistema de ar da capota e a planta de vácuo são dois exemplos significativos.

No sistema de ar, a Toscotec pode instalar até 5 trocadores de calor. “Mas o aspecto mais importante”, acrescenta Brocchini, “é que antes de começarmos a projetar a fábrica, realizamos uma análise detalhada dos fluxos de energia disponíveis e do custo local das fontes de energia. A fim de reduzir o custo operacional da fábrica, equilibramos o sistema, de acordo com a fonte que podemos usar e o que é mais conveniente recuperar. Ao longo dos anos, implementamos uma ampla variedade de soluções, apenas assim podemos entender as necessidades específicas da fábrica e, em seguida, podemos elaborar o projeto mais adequado para reduzir os custos de produção e obter uma operação ecologicamente correta”.

No sistema de vácuo, a fim de maximizar a recuperação de energia e reduzir o consumo geral, a Toscotec foi um dos primeiros fornecedores a instalar turbo sopradores. Em 2011, em uma época em que poucas pessoas acreditavam nos benefícios dessa solução técnica, a Toscotec projetou o sistema de vácuo da Papeterie d’Annonay na França, com base na ideia de que a recuperação do calor do ar de exaustão das bombas de vácuo, poderia ser aplicado no sistema de ar da capota, obtendo-se uma redução significativa do consumo de energia. Desde então, a Toscotec aplicou com sucesso a mesma solução em outras 6 fábricas na Europa, Américas e na África.


Toscotec recognized as global leader of turnkey tissue projects.

In the last 15 years, Toscotec has specialized in the delivery of turnkey projects, providing more than 20 turnkey projects across the world. Based on this substantial experience, the Italian manufacturer has become the global leading supplier of turnkey tissue projects.

Toscotec’s turnkey scope of supply encompasses the entire tissue making plant, with the only exception of the civil works. The scope includes the complete stock preparation plant (tanks, chests, agitators, the piping system, stock and water pumps and instrumentation), Toscotec’s patented TT SAF (Short Approach Flow) system, the tissue line – crescent former or TAD – and its auxiliaries (vacuum plant, hood and air system, steam and condensate plant, dust and mist removal systems), the water treatment plants, the electrical power plant with cabinets, motors, cables and accessories, the control system, the compressed air system, the steam generators, the bridge cranes, the HVAC system (Heating, Ventilation and Air Conditioning), the chemical preparation skids, and the complete package of services including the plant erection, commissioning and start-up, operational and maintenance training, and the technical/operational support after start-up to achieve the guaranteed performances.

The sites of installation extend across four continents, with projects in Asia, Africa, America and Europe. Every project has specific logistic requirements, including transport to remote areas, and it often demands compliance to local standards of machinery manufacturing, with required coordination with local governmental bodies and customized engineering. This is part of the reason why Toscotec’s considerable flexibility and continuous communication with customers play a crucial role in the successful completion of complex projects such as turnkeys.

Apart from greenfield supplies, Toscotec also specializes in rebuild projects on a turnkey basis, where it provides the whole package for the rebuild, including the entire scope of the new equipment, dismantling operations, erection, commissioning and start-up. Toscotec’s rebuilds regenerate and extend the life of the existing plant, and require an even higher degree of customization than greenfield projects, because the design takes into account the constraints of the existing equipment.

Over 70% of Toscotec’s turnkey projects install its top of the line AHEAD tissue machine, with paper width ranging from 2.7 m to 5.6 m, production capacity up to 250 t/d and operating speed up to 2,000 m/min and beyond.

Tissue producers point to the supplier’s full accountability as one of the main advantages of turnkey contracts. Toscotec has consistently demonstrated its ability to deliver on demanding performances and to successfully manage highly complex projects. The fact that a high percentage of Toscotec’s turnkey projects are repeated orders is clear evidence of this. The Germany-based Wepa Group consecutively chose Toscotec for four of its turnkey plants, with start-ups in 2002, two in 2015 and 2017. The Nigerian tissue producer Bel Papyrus started up three complete Toscotec plants, for its PM1– which became Toscotec’s first turnkey supply – and then PM2 in 2004 and PM3 in 2013. Other repeated turnkey orders were placed by The Navigator Company in Portugal and several Essity’s projects.

Toscotec’s competitive edge is threefold.

Cristina Brocchini, Toscotec’s VCTO/Process & Project Engineering Manager, says: “Our first competitive advantage as turnkey supplier is our validated internal ability to manage complex projects, based on the vast experience we gained over 15 years”.

The vast scope of supply of turnkey projects demands remarkable management skills and fine-tuned internal coordination. Cristina Brocchini points out, “The entire engineering is developed internally, which means that 100% of the plant design is completed by Toscotec’s technical department itself, including all processes (stock, water, vacuum, hood, steam, dust, mist etc.).” The Italian manufacturer has invested in building a highly specialized technical team, who works with the most cutting-edge technological tools, including multiple 2D and 3D CAD software, a first-class PLM (Product Lifecycle Management) system, advanced simulation software and mechanical analysis tools such as FEM (Finite Element Model), CFD (Computational Fluid Dynamics) and PFD (Process Flow Diagrams). “We also have a stringent protocol of internal coordination of competences, to ensure efficiency between technical, purchasing, production, logistics and all departments involved” says Brocchini.

Toscotec’s Service department is also a key player in the successful completion of turnkey projects. Toscotec’s Chief Customer Service Officer, Valter Di Nardo adds, “The erection on a turnkey project lasts several months. It calls for diligent planning and much people management and coordination work. In 2015, we truly outdid ourselves, by starting up five turnkey projects in the same year. Managing more than one turnkey project at the same time is not uncommon in Toscotec’s experience. In 2009, we fired up 3 turnkeys, then another 2 in 2017 and we will have other five starting production later this year and beginning of 2020.”

The second advantage Toscotec offers as turnkey supplier is its proven capability to expertly deal with all kinds of raw materials.

Toscotec has vast experience in the full range of fiber types, including virgin fibres, recycled paper, non-wood (bamboo, bagasse and others) and de-inked fibres, pre-dried, flash or slush.

Brocchini says, “With turnkeys we can go a long way towards truly tailoring the process and the plant to the needs of the customer. As for recycled fibres, we designed and delivered stock preparation systems on several different turnkey plants in Africa and Europe. Bel Papyrus PM3 was a rather challenging case. We supplied two stock preparation lines, one for virgin fibres and one for recycled, which could run as fully independent or together to get a mixed pulp. The recycled paper line included various screening stages, a low density cleaning system, a de-inking plant, two loops of washing, hot dispersion and two bleaching stations (oxidant and reducing). We also supplied the sludge treatment system, which is crucial when it comes to recycled raw material.”

In cases where the paper mill produced its own slush pulp, Toscotec expertly solved the issue of high resin content in the pulp, especially softwood pulp, thus avoiding the risk of unplanned stops and reduced wire life.

With an eye to the reduction of production cost, on numerous projects Toscotec also engineered a range of customized lines to process converting broke (including cores, glue and plastic waste), cupstock or selected recycled paper, in order to recycle these fibres into the process and maximize fiber efficiency without affecting machine performance.

The third key advantage of Toscotec’s turnkey supply is its focus on saving energy and pushing the envelope on energy efficiency, across the entire plant.

Heat recovery is Toscotec’s specialty, aimed to achieve the maximum possible thermal efficiency. The hoods air system and the vacuum plant are two significant examples.

On the air system, Toscotec can install up to five heat exchangers. “But the most important aspect” Brocchini adds “is that before we start engineering a plant, we carry out a detailed analysis of the available energy streams and the local cost of energy sources. In order to reduce the operating cost of the mill, we balance the system, according to which source we can use and what it is more convenient to recover. Over the years, we have implemented a wide variety of solutions, it is just a matter of understanding the mill’s specific needs and then we can work out the most suitable design to achieve both reduction of their production cost and more environmentally friendly operations.”

In the vacuum system, in order to maximize energy recovery and reduce overall consumption, Toscotec was one of the first suppliers to install turbo blowers. Back in 2011, at a time when very few people believed in the benefits of this technical solution, Toscotec designed the vacuum system of Papeterie d’Annonay in France, based on the idea that recovering the heat of the vacuum pumps’ exhaust air would lead to a significant reduction of energy consumption in the hood air system. Since then, Toscotec has successfully applied the same solution to another 6 plants in Europe, the Americas and Africa.

Comente com Facebook

Comentários