CeluloseNotícias

Suzano se beneficia de alta de preços da celulose

Segundo a Ágora Investimentos, o segmento de papel e celulose terá demanda aquecida em todos os mercados

Este ano deve ser promissor para o segmento de papel e celulose, com alta de preços e demanda aquecida em todos os mercados, de acordo com a Ágora Investimentos. A corretora estima que o preço da fibra curta se mantenha em cerca de US$ 570 por tonelada.

Quem deve se beneficiar desse cenário é a Suzano, maior produtora mundial de celulose de eucalipto, que inicia o ano com um movimento que não se via há meses, com aumentos em todos os mercados. No Sudeste Asiático e Oriente Médio, o novo preço é de US$ 600 por tonelada, com vigência imediata.

De acordo com a Fastmarkets Risi, o aumento foi impulsionado pelo aumento dos custos e pela disponibilidade limitada para algumas regiões.

 

A Suzano tem como meta cobrar US$ 750 por tonelada na Europa e US$ 970 na América do Norte. No entanto, os analistas Thiago Lofiego e Luiza Mussi afirmam que a empresa superou essa expectativa, “estabelecendo novo patamar de preços US$ 70 acima dos níveis spot de janeiro”.

Para a corretora, isso confirma os prognósticos positivos para o mercado de papel e celulose em 2021, “com o crescimento da demanda ultrapassando a oferta”. Nesse setor, a Suzano é a ação favorita da Ágora.

Neste ano, a Suzano almeja investir um total de R$ 4,9 bilhões, contra R$ 4,2 bilhões em 2020.

Fonte
Money Times
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo