CeluloseNotícias

Suzano é premiada por esforços ESG

A empresa foi condecorada na terceira edição do World Finance Sustainability Awards 2021

A Suzano foi premiada na terceira edição do World Finance Sustainability Awards 2021, por desenvolver projetos e esforços ESG (ambientais, sociais e de governança). O evento é promovido pela World Finance, publicação do setor financeiro e economia global.

A gigante de celulose ficou entre as 30 empresas avaliadas pelo compromisso com investimentos anuais em ESG. A análise levou em consideração a conformidade da empresa em relação ao Acordo de Paris, aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e à TCFD (Task Force on Climate Related Financial Disclosures), com base em seu Relatório Anual.

Os jurados também avaliaram a Suzano por suas coletas 100% sustentáveis, pela contribuição na diminuição de gases do efeito estufa nos últimos anos, pelo destaque em operações comerciais, além de seus compromissos para renovar a vida até 2030, antes anunciados como metas de longo prazo. Entre eles, estão: oferecer 10 milhões de toneladas de produtos de origem renovável desenvolvidos a partir da biomassa para substituir plásticos e outros derivados do petróleo, retirar 40 milhões de toneladas de carbono equivalente da atmosfera e colaborar diretamente para que 200 mil pessoas que vivem nas regiões onde atua saiam da linha da pobreza.

“A integração das práticas ESG é inerente ao negócio da Suzano, que tem sua essência no plantio de árvores. Esse prêmio é o reconhecimento do compromisso firmado pela companhia em reduzir a emissão de gases de efeito estufa e a demonstração de que o mercado global está cada vez mais atento às questões ambientais e à transparência das movimentações, visando ao futuro e à melhoria do planeta”, diz Marcelo Bacci, diretor executivo de Finanças, Relações com Investidores e Jurídico da Suzano.

“Fazer parte desse ranking é motivo de orgulho e reforça o papel dos nossos 15 mil colaboradores e colaboradoras que atuam para desenvolver soluções sustentáveis a mais de 2 bilhões de pessoas ao redor do mundo”, conclui o executivo.

Fonte
Suzano
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo