fbpx

Banner Animado Adritz no Portal Tissue Online

Celulose Notícias

Suzano e Eldorado se pronunciam sobre forte odor em Três Lagoas

suzanoeldorado

O fato aconteceu após a Eldorado Brasil desligar suas operações, na véspera, e, consequentemente, foi necessária a exaustão de vapores

Na manhã de sábado, 13, um forte odor atingiu a cidade de Três Lagoas, localizada a 300 km de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, e levou o Corpo de Bombeiros investigar o ocorrido. Trata-se da liberação de odor típico do processo de branqueamento da celulose.

De acordo com informações oficias, tanto do Corpo de Bombeiros como do Instituto do Meio Ambiente do Mato Grosso do Sul (Imasul), o fato aconteceu após a Eldorado Brasil desligar suas operações, na véspera, ou seja, na noite de sexta-feira, 12, e, consequentemente, foi necessária a exaustão de vapores. A situação se normalizou por volta do meio-dia.

Segundo a Eldorado, o odor não representa risco à saúde nem ao meio ambiente, conforme parâmetros legais e técnicos. Confira o comunicado da empresa:

“A Eldorado Brasil informa que interrupção temporária no funcionamento da fábrica, na madrugada desse sábado, 13, ocasionou a liberação de odor típico do processo de branqueamento da celulose. A liberação foi sanada imediatamente após a sua detecção, mas o odor foi levado a bairros de Três Lagoas pela força do vento, devendo ser dissipado nas próximas horas.

A companhia lamenta o desconforto causado à população e reitera que esse odor não representa risco à saúde nem ao meio ambiente, conforme parâmetros legais e técnicos. Todo o processo produtivo da empresa segue rigorosas normas ambientais de exigência nacional e internacional”.

Suzano e Eldorado se pronunciam sobre forte odor em Três Lagoas

A Suzano também emitiu nota oficial a respeito do fato, já que, nas redes sociais, muitas pessoas disseram que o cheiro era proveniente do processo que a empresa faz para a produção de celulose. Confira a nota na íntegra:

“A Suzano verificou, com base em um software de análise de condições climáticas, que a direção do vento, nesse sábado, 13, não está em direção à cidade de Três Lagoas (MS). Além disso, a empresa também não detectou qualquer alteração na sua rotina de produção que pudesse gerar alguma fuga de gás em seu processo. Dessa forma, o odor sentido na cidade não é proveniente do processo de produção de celulose da empresa.

Esclarecemos ainda que, visando o bem-estar da comunidade, além de integrar a Rede de Percepção de Odor de Três Lagoas, a empresa também possui uma Rede Interna de Percepção de Odor, formada pelos seus colaboradores, que são treinados para detectar odores provenientes do processo de produção e informar imediatamente os responsáveis na empresa para verificação dos processos. Da mesma forma, os moradores de fazendas vizinhas a unidade fabril da Suzano também participam de treinamentos com o mesmo objetivo: detectar odor e informar a empresa para verificação.

Somado a essas iniciativas, diariamente é realizado rotas preventivas dentro da área de produção da empresa para detecção de possíveis fugas de gases e correção imediata, caso necessário”.

Isso também pode ser interessante 👇🏻
• Solução para as indústrias: conheça as bases de motores da marca suíça ROSTA
• Voith concorre em nove categorias no Prêmio Destaques do Setor ABTCP 2020
• Você sabe realmente quanto custa seu filme stretch?