fbpx


Banner Incape Portal Tissue Online
Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online


Celulose Notícias

Suzano anuncia entrada no segmento de celulose fluff de fibra curta

Com investimento de R$ 30 milhões, a empresa estima iniciar a produção de Eucafluff em dezembro de 2015 

suzano

A iniciativa está em linha com o desenvolvimento de novas aplicações para a celulose de eucalipto e posiciona a empresa como primeira fornecedora nacional de fluff e a primeira fabricante mundial de fluff de fibra de eucalipto. O novo produto, que recebeu a marca Eucafluff, foi  apresentado aos clientes, oficialmente, no estande da Suzano na feira Tissue World, que aconteceu entre os dias 20 e 22 de maio, no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

Em 2014, segundo a consultoria RISI, o mercado brasileiro de celulose fluff é estimado em cerca de 292 mil toneladas, sendo que esta demanda é atendida apenas por importações tradicionalmente de fibra longa. A celulose fluff é destinada a atender, principalmente, os segmentos de absorventes e fraldas descartáveis. Ainda de acordo com a RISI, a demanda global de fluff para os próximos cinco anos deve crescer aproximadamente 3,7% ao ano. No Brasil, para o mesmo período, esse crescimento pode chegar a 4,3% ao ano.

O desenvolvimento do Eucafluff tem como objetivo criar novas aplicações para a celulose de eucalipto e, com isso, diversificar os produtos da companhia. Segundo Fabio Figliolino, gerente executivo de Inovação da Suzano Papel e Celulose, a nova matéria-prima desenvolvida pela empresa, que será entregue em bobinas ao cliente, mantém a alta capacidade de absorção apresentada pela celulose fluff de fibra longa. “É possível substituir parcialmente a celulose de fibra longa de acordo com o tipo de produto e sua composição. No caso do absorvente feminino, por exemplo, é viável substituir 70% pela celulose de eucalipto. Já em fraldas, a substituição é de no mínimo 30%”, diz.fluff

Os testes de desempenho da Eucafluff envolveram um grande cliente da Suzano no segmento de absorventes femininos e fraldas. A produção em escala industrial será realizada por meio da flexibilização de uma máquina de papel de imprimir e escrever da Unidade Suzano, localizada no interior de São Paulo.

De olho nas principais tendências que movimentam seu mercado de atuação, a Suzano Papel e Celulose anunciou investimento de R$ 30 milhões que viabilizará a produção de celulose fluff de fibra curta em escala industrial. Com início de operação previsto para dezembro de 2015, a capacidade de produção é de até 100 mil toneladas.

Suzano