NotíciasTissue no Brasil

Sensibilidade ao toque: tecnologia e investimento por trás da maciez

Mili desenvolve há oito anos processo de gofragem junto a Körber para imprimir maior qualidade aos seus produtos

A busca pela relação perfeita entre maciez e resistência das fibras é o Santo Graal do Mercado Tissue, principalmente quando se fala em papel higiênico, mas isso nem sempre foi assim. Há algumas décadas, o consumidor ainda aceitava produtos de baixa qualidade e até mesmo justificava a oferta de venda unitária nas gôndolas, porém o nível de exigência mudou e as empresas passaram a investir em inovação e qualidade.

A Mili, que é a maior indústria nacional do segmento, por exemplo, já está há oito anos desenvolvendo um processo de melhoramento de gofragem na conversão de papéis, junto à Körber — referência nesse tipo de maquinário e, consequentemente, de tecnologia. Esse investimento contínuo está sendo feito para tornar ainda melhor a inserção de ranhuras nos papéis, aquela impressão de relevo que melhora a sensação ao toque da pele.

Segundo Daniel Signori, diretor técnico da Mili, um dos resultados desse investimento, e que serve ainda para exemplificar toda a tecnologia empregada, está no recém-lançado Mili Prime Confort Folha Tripla. Seu relevo em 3D garante camadas de ar entre cada uma das folhas, o que se traduz em um papel de extrema maciez e suavidade.

 Posicionamento e estratégia

Signori reforça que acompanhar as tendências, compreender as necessidades do público e, principalmente, investir em novos processos são atitudes essenciais para o sucesso. Para ele, o comprometimento se reflete nos números da companhia, que teve crescimento de 16% no último ano e tem perspectiva de 18% para 2021. “Estamos focados na busca contínua por excelência dos produtos, processos e serviços desenvolvidos junto aos nossos clientes e fornecedores”, conceitua.

Ainda de acordo com o diretor, a empresa tem trabalhado pela otimização da produção há mais de 30 anos. “Fomos ao mercado e percebemos onde poderíamos melhorar, ser mais produtivos, e então projetamos nossos processos e temos entregado cada vez mais qualidade”, afirma. O posicionamento de Signori é justificado até com o crescimento da marca na linha Personal Care, que em 2020 teve um faturamento 23% superior ao de 2019 e que tem como meta para 2021 um crescimento da ordem de 30%.

Fonte
Mili
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo