Notícias Tissue no Brasil

Problemas no Sistema de Vapor que causam a inundação do Secador

Um post anterior em nosso blog identificou problemas mecânicos que poderiam causar inundações no secador de papel. https://kadant.com/en-us/blog/optimization/10-mechanical-problems-that-cause-paper-dryer-flooding.

A inundação do secador ocorre quando o condensador está sendo evacuado a uma taxa menor da qual o vapor está condensando. Aqui estão nove problemas relacionados a sistemas de vapor que podem causar inundação do secador.

  1. Baixa pressão diferencial – A maioria dos problemas do sistema de vapor estão relacionados a operações com baixo diferencial de pressão. Isso pode ser a consequência de ajustar o DP muito baixo ou de controlar um sinal de DP impreciso. A melhor maneira de solucionar problemas do sistema de vapor é medir diretamente o DP no secador. Isso requer tomadas de pressão tanto no lado de fornecimento de vapor quanto no lado de drenagem de condensado da junta rotativa. (Tome cuidado para que o trabalho seja feito com segurança).
  2. Perda temporária de pressão diferencial – Este problema é mais comum em máquinas de alta velocidade operando com sifões rotativos. Se houver uma perda na pressão diferencial, até mesmo uma perda temporária, o condensado cobrirá o espaço entre o sifão e a camisa. Se a pressão diferencial for restaurada, mas não estiver acima da pressão diferencial necessária para que o excesso de condensado seja drenado, o condensado não será removido do secador. A adição de um orifício de aspiração no sifão rotativo melhorará significativamente o desempenho da recuperação de inundação do sifão. Não é incomum ter uma perda temporária na pressão diferencial do secador durante uma breve parada ou durante uma quebra de folha, principalmente com sistemas de vapor e condensados ​​mais antigos.
  3. Pressão diferencial muito baixa – Se a pressão diferencial de operação normal do secador está ajustada e controlada para um valor que é muito baixo para lidar com a velocidade de operação atual, pressão de vapor e a carga de condensação, o secador tenderá a encher com condensado. O Comitê de Remoção de Água Tappi publicou um documento de informações técnicas sobre as pressões diferenciais operacionais recomendadas. TIP 0404-31.
  4. Fluxo do dessuperaquecedor – Em dessuperaquecedores a água é pulverizada na tubulação de fornecimento de vapor para reduzir a temperatura do vapor para um valor mais próximo da temperatura de saturação. Se a instrumentação, os controles ou as válvulas de controle de água não estiverem funcionando corretamente, uma quantidade excessiva de água pode ser despejada na linha de vapor. Isso aumentará muito a quantidade de água que deve ser evacuada de um ou mais secadores daquele grupo.
  5. Tamanho da placa de orifício inadequado – Se a placa de orifício da linha de condensado for muito pequena, a queda de pressão será maior do que a esperada e o secador não irá drenar na pressão diferencial operacional normal.
  6. Indicação de pressão diferencial incorreta – Este é um dos problemas mais comuns. Se a pressão diferencial indicada for maior do que a pressão diferencial real, os secadores podem inundar mesmo que a pressão diferencial pareça ser adequada. Existem várias causas de leituras incorretas de DP:
    • O transmissor não está funcionando.
    • O transmissor não está calibrado adequadamente.
    • As colunas de água de cada lado do transmissor não são iguais.
    • A colunas de água de um dos lados do transmissor possui ar na linha.
    • O recipiente de selagem está localizado abaixo de uma das linhas com conexões.
    • O diferencial de pressão é calculado a partir de duas leituras de pressão (erro de dupla calibração e ampla variedade de erros).
    • Leitura de pressão e DP são calibradas com medidas imprecisas.

  1. Operação incorreta da válvula de DP – Uma válvula de DP inoperante pode causar a inundação dos secadores. Se os controles indicarem 50% de abertura por exemplo, e a válvula de DP passar para 20% ou se fechar quando deveria estar abrindo (operação invertida), os secadores irão inundar.
  2. Termocompressor sufocado – Se o termocompressor do secador estiver subdimensionado, ele poderá estar funcionando em “fluxo sufocado”, em que um aumento na posição da válvula resultará na redução do fluxo de sucção de vapor blow-through.
  3. Termocompressor de tamanho inadequado – Se o termocompressor for subdimensionado, não será capaz de gerar pressão diferencial suficiente e recircular o vapor blow-through.