Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online

Celulose Notícias

Parada Geral da Fibria mobiliza mais de 70 empresas

Fibria_TresLagoas

A Fibria iniciou na última sexta-feira (30/5), a Parada Geral (PG) da Unidade em Mato Grosso do Sul com a participação de 74 empresas de diversas regiões do país. A ação, que contou com aproximadamente 1.500 profissionais, além do quadro efetivo da empresa, teve a participação de 16 empresas sediadas em Três Lagoas.

“As empresas do município estarão participando conosco na PG com cerca de 300 profissionais”, comenta o gerente de manutenção, Fabrício Stange. “A participação de empresas locais está aumentando à medida que estas se capacitam para atender as demandas da Parada Geral. O faturamento delas deverá ser 15% maior do que em 2013. Continuaremos a prestigiar as empresas locais sempre que possível”, complementa o gerente.

Stange também explica que esse período de interrupção de produção, que dura cerca de dez dias, é comum em fábricas de celulose e importante para garantir a integridade dos equipamentos e, por conseguinte, garantir a continuidade operacional bem como a segurança nas instalações industriais.

Entre as principais atividades realizadas, está a inspeção da Caldeira de Recuperação, que é uma obrigação legal estabelecida por meio da NR-13 (Norma regulamentadora 13 – Caldeiras e vasos de pressão). “Devido a dimensão da Parada Geral, ela é conduzida e tratada como um grande projeto dentro da empresa. Por isso todo o planejamento é realizado utilizando as melhores práticas de gerenciamento de projetos visando sempre a segurança dos trabalhadores, cumprimento das demandas ambientais, qualidade na execução e cumprimento dos prazos e orçamento”, finaliza o coordenador da PG, Augusto Antunes.

Sobre a Fibria

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria possui capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose, com fábricas localizadas em Três Lagoas (MS), Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint venture com a Stora Enso. Em sociedade com a Cenibra, opera o único porto brasileiro especializado em embarque de celulose, Portocel (Aracruz, ES). Com uma operação integralmente baseada em plantios florestais renováveis localizados nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Bahia, a Fibria trabalha com uma base florestal total de 962 mil hectares, dos quais 346 mil hectares são destinados à conservação ambiental. Em outubro de 2012, a companhia firmou aliança estratégia com a empresa canadense Ensyn para investir no segmento de combustíveis renováveis a partir de madeira e biomassa.

selo_ok

jornaldiadia.com.br