NotíciasTissue no Mundo

Papel higiênico americano entope o encanamento de base aérea dos EUA no Japão

O papel higiênico de marcas japonesas é projetado para se dissolver mais rapidamente que o de marcas americanas, que vem provocando diversos entupimentos no local

Os moradores de uma instalação militar americana no Japão provavelmente terão que adquirir papel higiênico japonês para garantir o bom funcionamento dos seus encanamentos, de acordo com o escritório de manutenção habitacional da torre de Yokota.

Localizado ao oeste de Tóquio, Yokota é o quartel-general das Forças dos EUA no Japão, da 5ª Força Aérea e da 374ª Asa de Transporte Aéreo. A operadora do departamento de manutenção da torre em Yokota, Amy Moses, disse ao portal Stars and Stripes que o papel higiênico americano de múltiplas folhas é frequentemente o culpado pelo entupimento dos canos da base.

Ela completa que, no longo prazo, para evitar trabalho e frustração a todos, o ideal é que não se utilize esse tipo de papel higiênico, além de também evitar o uso de lenços umedecidos e colocar pastilhas de limpeza no vaso sanitário.

Com o passar do tempo, o papel higiênico com folhas mais grossas pode voltar às fossas sépticas e causar entupimentos de encanamentos e até mesmo inundações.

A operadora também diz que recebe até oito ligações por dia sobre encanamentos entupidos – frequentemente ligações repetidas dos mesmos residentes – , enfatiza que o papel higiênico de marcas japonesas é projetado para se dissolver mais rapidamente que o de marcas americanas e relata que qualquer residente que não esteja disposto a abdicar do uso de suas marcas americanas favoritas deverá, pelo menos, diminuir a quantidade de papel utilizada e dar descarga duas vezes após usá-lo, o que resultaria em desperdício de água.

Tammy Jenkins, uma residente de Yokota, disse que passou pela experiência de ter o seu banheiro inundado e, após a terceira inundação, a torre lhe disse que o problema era o papel higiênico americano. “Teria sido bom saber quando cheguei aqui”, disse ela, ao comentar que pretende dar uma chance às marcas japonesas. “Eu faço muitas compras fora da base de qualquer maneira, então eu realmente não me importo. Eu só queria não ter que descobrir dessa maneira”.

Amy Moses finaliza dizendo que, no futuro, o escritório de manutenção da torre está planejando abordar essa questão nas orientações dos recém-chegados na base.

Em contrapartida, na Base Aérea de Kadena, localizada em Okinawa, e na Base Naval de Yokosuka, ao sul de Tóquio, o papel higiênico de marca americana não é um problema, segundo as fontes.

O porta-voz da Base de Yokosuka, Randall Baucom, disse ao Stars and Stripes que não é obrigatório utilizar papel higiênico japonês, mas que “os residentes devem parar de usar lenços umedecidos ou colocá-los na lata de lixo em vez de dar descarga”.

Fonte
Stars and Stripes
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo