NotíciasPapel MarromPolpel

Natura adere ao projeto de economia circular da Polpel

Por meio do programa AD Circular, da Avery Dennison, a marca de cosméticos faz parceria com a MD Papéis e a Polpel para o fechamento do ciclo do liner de forma sustentável

Por meio de um projeto inovador, a Polpel continua desenvolvendo soluções sustentáveis para a reciclagem e destino final do liner. A iniciativa utiliza o conceito estratégico de economia circular, que consiste na redução, reutilização, recuperação e reciclagem de materiais e energia.

Além de ser ecologicamente correto, por evitar que os resíduos de liners sejam descartados em aterros ou enviados para incineração, o recurso auxilia as empresas a cumprirem a Lei Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010), por meio da logística reversa.

Outro benefício é que, após o processo de reciclagem, o liner se torna papel novamente e pode ser consumido pela empresa que gerou esse resíduo. A iniciativa traz vantagens para diversos mercados, como o de papel, embalagem e rotulagem, e já possui parceiros de renome, como a Natura, maior multinacional brasileira de cosméticos, e a MD Papéis, fabricante de papel cartão para atender o mercado gráfico.

Essa ligação dos diversos pontos da cadeia foi possível a partir do trabalho desenvolvido pela empresa Avery Dennison que, por meio do Projeto AD Circular, vem trabalhando em parceria com a Polpel na busca do fechamento do ciclo do liner.

A cooperação com a Natura, para envio do liner e processo de reciclagem, vem desde 2017, e com a MD, desde o final do ano passado. “O processo inicia quando a Natura envia seus resíduos de liners para a Polpel que, com tecnologia exclusiva, produz uma celulose reciclada e certificada. Este produto é enviado a MD Papéis, que produz o papel cartão da Natura, fechando assim o ciclo desse material”, explica Ailton Alves, diretor da Polpel. Desta maneira, os resíduos de liners gerados na Natura são reaproveitados na fabricação de suas embalagens.

Mais uma vez, a Polpel comprova a circularidade e inovação de seus processos, por meio de uma iniciativa que é boa para as empresas e também para o meio ambiente, ao incentivar práticas ecologicamente corretas.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo