fbpx

Banner Animado Adritz no Portal Tissue Online

Notícias Tissue no Brasil

Mato Grosso do Sul: Papel Higiênico sobe 1,85% no valor da cesta básica.

O custo da cesta básica alimentar caiu 4,17% no mês de julho em Campo Grande, já produtos de higiene pessoal, como o papel higiênico, teve alta de 1,85%:

c432

foto: notiactual

O custo da cesta básica alimentar caiu 4,17% no mês de julho em Campo Grande, conforme levantamento divulgado pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia (Semac) nesta segunda-feira (4). O órgão apontou que os 15 produtos da cesta básica foram adquiridos por R$ 293,85 em julho, contra R$ 306,64 em junho.

No acumulado de 2014, o índice apresenta variação positiva de 2,95% e nos últimos seis meses, 1,64%.
Dos produtos pesquisados, de acordo com a Semac, nove apresentaram queda nos preços em julho: batata (-20,66%), tomate (-18,31%), feijão (-11,44%), laranja (-9,67%), alface (-8,40%), óleo (-4,79%), açúcar (-1,74%), macarrão (-0,44%) e banana (-0,28%). Os produtos que tiveram alta nos preços foram arroz (3,06%), pão francês (2,36%) e carne – agulha (1,18%). Margarina e sal mantiveram seus preços inalterados.

Cesta familiar
Conforme a secretaria, o custo da cesta básica familiar registrou queda de 1,29% na capital sul-mato-grossense em julho. Os 44 produtos avaliados puderam ser adquiridos por R$ 1.327,79. Em junho, os mesmos produtos custaram R$1.345,18.

Dentre os 44 produtos pesquisados, 20 apresentaram queda nos preços, 18 tiveram alta e seis mantiveram os preços inalterados.

No grupo alimentação, além de itens citados anteriormente, alguns dos produtos em queda foram cebola (-5,61%), mamão (-2,61%) e couve (-2,31%). No grupo de produtos que apresentaram alta nos preços, estão peixe (2,65%), abobrinha (1,95%), fubá (0,83%), alho (0,77%) e pão doce (0,23%).

Papel higiênico (1,85%), absorvente (1,82%), dentifrício (1,24%) e sabonete (1,32%) registraram alta no grupo higiene pessoal; aparelho de barbear teve queda de 1,31%.

G1

selo_ok