NotíciasTissue no Mundo

Kruger usará bambu para fabricar produtos de tissue

Empresa está pesquisando maneiras de transformar o bambu em tissue de qualidade com o objetivo de acrescentar o recurso renovável à sua linha EnviroCare

A maior fabricante de papel tissue do Canadá pretende fazer alguns de seus produtos a partir de bambu como uma opção ambientalmente sustentável para os consumidores.

A Kruger, que fabrica papel higiênico sob as marcas Cashmere e Purex, e as toalhas de papel SpongeTowels, está pesquisando maneiras de transformar o bambu em tissue de qualidade com o objetivo de acrescentar o recurso renovável à sua linha EnviroCare, provavelmente até 2023, segundo o CEO Dino Bianco.

“O maior problema com o bambu é que você simplesmente não consegue a qualidade que os consumidores norte-americanos desejam”, disse Bianco. “Tentaremos melhorar a qualidade do produto e colocá-lo sob nossa marca ambiental como uma escolha para os consumidores que desejam isso”, disse o executivo, em uma entrevista.

O bambu é considerado um recurso natural renovável por ser uma planta perene que cresce rapidamente. Atualmente, é responsável pela produção de apenas 1% do papel higiênico norte-americano, segundo Bianco.

A empresa, sediada em Mississauga, Ontário, provavelmente comprará a matéria-prima da Ásia, afirmou.

Papéis higiênicos e lenços de papel são, tradicionalmente, feitos de celulose, um subproduto da produção de madeira serrada. A crescente demanda por madeira usada na construção e reforma de residências na América do Norte elevou os preços a níveis recordes, tornando a matéria-prima mais cara também.

No início deste mês, a Kruger anunciou que se juntará a outros fabricantes para aumentar o preço de seus produtos de marca própria e de consumo vendidos no Canadá a partir de 5 de julho.

Fonte
Bloomberg
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo