Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online

Celulose Notícias

Klabin tem 75% das obras do projeto Puma concluídas

Montante investido na nova planta de celulose já passa dos R$ 4,2 bilhões. Fábrica deve ser inaugurada em 2016

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A construção do Projeto Puma, fábrica de celulose que a Klabin constrói no município de Ortigueira, na Região dos Campos Gerais, se encaminha para a reta final. O empreendimento, considerado o maior investimento privado da história do Paraná, que receberá o aporte total de R$ 7,2 bilhões na planta fabril, está com 75% das obras concluídas, segundo relatório divulgado hoje pela empresa ao mercado. As informações são do relatório trimestral, que traz as informações econômicas da empresa no primeiro semestre do ano. A nova planta de celulose da Klabin terá capacidade para fabricar 1,5 milhão de toneladas de celulose por ano.

Em relação aos investimentos, a empresa aplicou R$ 1,009 bilhão apenas no segundo trimestre de 2015. Desta forma, no acumulado do ano, a Klabin desembolsou R$ 1,889 bilhões no avanço da nova planta. Ao somar com os R$ 2,3 bilhões aplicados até dezembro de 2014, a fábrica já recebeu R$ 4,23 bilhões de investimento.

A empresa considera que 54% de desembolsos financeiros já foram realizados. Cabe destacar que além dos R$ 7,2 milhões na planta, há o investimento de pouco mais de R$ 600 milhões em obras de infraestrutura no entorno do projeto, o que justifica que o valor já aplicado corresponde a 54% do montante total de R$ 7,8 bilhões a ser aplicado. Principalmente devido à captação de linhas de financiamento vinculadas ao Projeto Puma, houve um aumento de R$ 369 milhões no endividamento bruto da empresa.

Segundo o documento, as obras têm caminhado dentro de prazo e cronograma estabelecidos previamente. Dessa forma, está mantida a previsão de inauguração para o final do primeiro trimestre de 2016 (março).

De acordo com números do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Construção Pesada no Estado do Paraná (Sintrapav), que representa dos trabalhadores de construção no empreendimento, há cerca de 12 mil pessoas trabalhando nas obras da fábrica e no entorno do Projeto. O pico da obra deverá ser atingido em meados de agosto, segundo o Sindicato.

TRIMESTRE
Lucro líquido atinge R$ 296 milhões
A Klabin fechou o segundo trimestre com um lucro líquido de R$ 296 milhões. Tal valor representa uma alta de 21,3% em relação ao mesmo período no ano passado. Já o Ebitda (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi de R$ 391 milhões, em alta de 17% em relação ao mesmo período em 2014. A receita líquida somou R$ 1,33 bilhão e foi 16,2% superior na comparação a igual período no ano passado e 2,2% maior em relação ao primeiro trimestre deste ano.

arede.info