fbpx
NotíciasPapel Marrom

Klabin realiza Parada Geral na unidade de Correia Pinto

A PG consiste na interrupção da produção de papel para a realização de manutenções, com o objetivo de garantir o bom funcionamento da fábrica

A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis para embalagem do Brasil, está realizando a Parada Geral (PG) em sua unidade de Correia Pinto (SC). A PG consiste na interrupção da produção de papel para a realização de manutenções, a fim de garantir o bom funcionamento dos equipamentos, a segurança das pessoas e a qualidade do processo produtivo.

O procedimento também atende à Norma Regulamentadora 13 (NR-13), que estabelece as condições de inspeção e segurança para a operação de vasos de pressão, caldeiras e tubulações. A Parada Geral teve início em 29 de setembro e vai até o dia 8 de outubro.

De acordo com Maykon Airto Souza, gerente de Papéis Sack Kraft e Reciclados na Klabin, a Parada deste ano está sendo desafiadora. “Estamos com rígidos protocolos de combate ao coronavírus, reforçando e redobrando todos os cuidados com as pessoas, só assim, garantiremos que continuaremos a fornecer produtos de primeira necessidade a toda a população”, comentou.

Por isso, a companhia está redobrando os cuidados com a ação, que estava prevista para maio, mas foi adiada. Além disso, a empresa reduziu a quantidade de tarefas e postergou o início de dois projetos de médio porte que estavam programados para acontecer durante a Parada Geral, sempre prezando por garantir a segurança das pessoas e da fábrica. “Para ser eficaz e ter o menor impacto possível, a PG precisa de um tipo de mão-de-obra muito especializada, por isso, parte dos colaboradores vem de outras cidades do Brasil. Pensamos em cada detalhe para garantir que tudo aconteça com respeito, cuidado e segurança com nossos colaboradores e a comunidade”, completou.

Segundo Maykon, nesta edição, a PG tem três focos: “O primeiro é seguir realizando o acompanhamento ativo dos profissionais que trabalham para a companhia; o segundo é identificar casos suspeitos; e o terceiro é apoiar e monitorar de perto aqueles que tiverem qualquer sintoma suspeito”. Para isso, conta que a Klabin ampliou seus rigorosos protocolos de saúde e também pensou em logística e segurança.

“Todos os trabalhadores parceiros que vêm para a PG ficam em quarentena na sua cidade de origem por sete dias, antes de viajarem para Correia Pinto, fazem o teste rápido da Covid-19. Quando chegam à cidade, todos fazem uma triagem médica e um novo teste, caso dê positivo, esse profissional fica em isolamento num local reservado. Desde antes de chegarem a Correia Pinto, os profissionais envolvidos na Parada Geral registram informações sobre sua saúde em um aplicativo da companhia, que ajuda na triagem e avaliação da saúde dos colaboradores. Os profissionais ficam hospedados em hotéis e podem contar com uma equipe médica disponível 24 horas para atender rapidamente qualquer colaborador que apresente sintoma. Esse grupo também segue todos os nossos protocolos de saúde de segurança”, informou.

Durante todos os dias da PG 2020, os profissionais de outras regiões permanecem em isolamento social. “Para garantir o cumprimento da medida, a Klabin tem uma equipe responsável pelo monitoramento da entrada e saída dessas equipes nos hotéis. A Klabin também contratou 13 profissionais da área de saúde para apoiar a equipe da medicina durante a Parada Geral, além disso, foi contratada uma equipe exclusiva que vai realizar diariamente a limpeza das ruas internas e escritórios e também fará a higienização das ferramentas utilizadas no início e fim das atividades”, pontuou.

Além disso, a empresa garante que não há aglomerações, pois o transporte dessas equipes é exclusivo e respeita o limite de 50% de lotação em cada veículo. “Estamos distribuindo a mão-de-obra nos turnos, para diminuir o número de pessoas dentro da fábrica por período. Outra novidade é um sensor capaz de medir a temperatura de quem acessa a fábrica de Correia Pinto de uma forma muito ágil. E todas as refeições dentro da Klabin são realizadas em restaurantes separados, seguindo protocolos de distanciamento e higiene”, acrescentou.

Quem trabalha na região da unidade também continua seguindo todos os protocolos de saúde, em vigor desde o início da pandemia. “Quem é do público administrativo permanece em trabalho remoto; aqueles que vão até a fábrica continuam usando máscaras durante todo o expediente, lavando as mãos sempre que possível e recebendo refeição de forma individualizada; além, é claro, de diversas outras medidas para garantir a limpeza da unidade e evitar aglomerações. Estamos fazendo nossa parte para seguir operando com muita atenção aos valores que nos guiam, com sustentabilidade, saúde e segurança”, finalizou.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Baixe nosso e-book!

Conheça OS PRINCIPAIS fabricantes de papel tissue do Brasil e suas capacidades produtivas.

Este levantamento apresenta os principais fabricantes de papel tissue no Brasil em ranking definido por capacidade produtiva instalada.