Notícias Tissue na América Latina

Kimberly vai encerrar operações na Venezuela

Para multinacionais que vendem no país, há um risco palpável de um golpe e as perspectivas são sombrias.

Kimberly_huggies_bloom_17012013

À medida que o governo venezuelano se esforça para equilibrar o comércio baseado no dólar, os cidadãos continuam sofrendo em filas para comprar produtos de primeira necessidade e de maneira limitada. Para multinacionais que vendem no país, há um risco palpável de um golpe e as perspectivas são sombrias.

A Kimberly-Clark, gigante americana do setor de consumo, afirmou que vai separar suas operações na Venezuela do balanço consolidado, o que praticamente significa encerrar suas atividades no país.

Como um todo, a Kimberly-Clark, cujas marcas incluem Kleenex, Scott, Huggies, gerou US$ 2,3 bilhões em fluxo de caixa operacional em 2015, 19% menos do que em 2014.

br.wsj.com