NotíciasPersonal Care

Kimberly-Clark intensifica ações para atingir equidade de gênero

Companhia segue defendendo o progresso das mulheres na busca por oportunidades mais igualitárias

Hoje se comemora o Dia Internacional da Mulher, e a Kimberly-Clark na América Latina está reafirmando seu compromisso em alcançar a equidade de gênero em sua força de trabalho e defender o progresso das mulheres na busca por oportunidades mais igualitárias.

“Na Kimberly-Clark, nós reconhecemos a responsabilidade que temos em desafiar o status quo, defender a equidade em nossas comunidades e quebrar estereótipos”, afirma Gonzalo Uribe, presidente da Kimberly-Clark na América Latina. “Criar mais diálogo e ação é fundamental se quisermos alcançar uma força de trabalho mais equilibrada em termos de gênero e criar mudanças positivas no mundo a nossa volta”, completa.

Um dos passos da companhia nessa jornada foi a introdução da inclusão como uma nova parte de seus objetivos de diversidade, além da expansão de sua meta de equidade de gênero para agora incluir gerentes. Hoje, cerca de 40% das posições gerenciais nos negócios da Kimberly-Clark na América Latina são ocupadas por mulheres.

“Para atingir nossa visão de paridade de gênero, nós precisamos nos aprofundar em nossa organização para garantir que estamos atraindo, retendo e desenvolvendo mulheres mais cedo em suas carreiras. Fazendo isso, podemos construir um funil mais forte de líderes e, em última análise, nos tornar uma companhia com maior equilíbrio de gênero”, declara Viviane Cury, VP de RH da Kimberly-Clark na América Latina.

Também para apoiar sua jornada de inclusão, a multinacional continua lançando diversas iniciativas internas por toda a região, tais como:

  • Programa “She Can”: a Kimberly-Clark lançou um novo programa de desenvolvimento para aumentar, inspirar e criar oportunidades de acompanhamento sênior para a próxima geração de mulheres líderes. A ação é parte dos esforços da companhia para atingir 50% de mulheres em posições de liderança. Mais de 350 mulheres participam atualmente do programa, que conta com mentoria, autoavaliações, discussões em grupo e workshops.
  • Treinamento “ID Matters”: uma série de treinamentos oferecida para todos os 46 mil colaboradores, desenhada para aprofundar o entendimento sobre o tema para guiar ações diárias de inclusão.
  • Semana Global de Inclusão: uma semana de sessões de brainstormings colaborativos, palestras, workshops e painéis de discussão para endereçar equidade de gênero, antirracismo, vieses inconscientes e mais.
  • Conversas Cuidadosas: uma série de painéis de discussão e apresentações com líderes seniores endereçando tópicos como igualdade de gênero, culturas inclusivas e liderança.

A Kimberly-Clark já recebeu globalmente, como resultado de seu foco contínuo e investimento na criação de uma cultura inclusiva, diversas premiações. Entre elas, estão: “Melhores Empregadores para Diversidade” pela Forbes, “Melhores Empresas para Mães que Trabalham” e o selo Great Place to Work.

 

AÇÕES PARA EQUIDADE DE GÊNERO NA AMÉRICA LATINA

A Kimberly-Clark também incorpora sua visão de equidade de gênero nas comunidades onde atua.  A empresa e suas marcas de cuidados pessoais femininos, Kotex® e Intimus®, são parceiras de diversas ONGS que auxiliam no avanço da equidade para mulheres e meninas. Por exemplo, por meio de sua parceria com a Plan International, organização não governamental global que trabalha para avançar pelos direitos das crianças e pela equidade para meninas, Kotex® e Intimus® atuam para endereçar as normas sociais, os estigmas e a discriminação em torno da puberdade e da menstruação, utilizando uma combinação de campanhas educativas em massa e treinamentos de construção de habilidades. A parceria tem ajudando a alcançar mais de 1,6 milhão de indivíduos em todo o mundo, incluindo Brasil, Colômbia, Vietnã, Índia, China e Nigéria.

“Como líderes de mercado, estamos usando nossa voz para promover acesso à educação em escolas e comunidades, ajudando a quebrar os estigmas da menstruação que têm limitado meninas e mulheres por muitas gerações”, afirma Samia Chehab, líder regional de Cuidados Femininos e Adultos da Kimberly-Clark na América Latina.

O Brasil também está no foco da companhia. No país, a K-C também vem atuando de maneira consistente para reforçar a presença de mulheres na companhia como um todo, especialmente nas posições de liderança. “Em 2020, nós superamos a nossa meta e tivemos 41% de líderes mulheres em nossa operação no Brasil, sendo 50% quando olhamos apenas nas posições de diretoria. Nós sabemos que esse é um dos caminhos, e que precisamos cada vez mais reforçar as nossas ações e políticas nesse sentido, olhando para o mercado de trabalho e impactando a carreira das mulheres desde o início”, ressalta Alessandra Morrison, diretora de RH da Kimberly-Clark Brasil.

Fonte
Kimberly-Clark
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo