Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online

Notícias Tissue no Brasil

Kimberly-Clark amplia produção no Nordeste

A Kimberly-Clark, multinacional americana de produtos de higiene pessoal, está realizando a primeira ampliação da fábrica da marca localizada em Camaçari, na Bahia. A unidade, que atende a todo o Nordeste, receberá novos equipamentos, que equivalem a uma nova linha de produção de produtos femininos e outra de fraldas. O valor investido nas máquinas, que iniciam a operação no próximo ano, representa 70% do que será investido em máquinas pela marca nos próximos dois anos.

Unidade de Camaçari (BA), que atende a todo o Nordeste, receberá dois novos equipamentos, que equivalem a uma nova linha de produção de produtos . Foto: Nilton Souza/Divulgação

Unidade de Camaçari (BA), que atende a todo o Nordeste, receberá dois novos equipamentos, que equivalem a uma nova linha de produção de produtos . Foto: Nilton Souza/Divulgação

“Esta é a primeira expansão de uma fábrica que representou um investido de R$ 100 milhões e que foi anunciada em 2013. O Nordeste tem crescido muito e esses produtos são os carros-chefes da região, o que justifica o investimento. Não temos como ser líderes no Brasil sem ser líder no Nordeste”, afirmou a diretora da Divisão Norte e Nordeste do grupo, Carolina Kourroski.

Apesar da expansão na unidade, o grupo espera crescer menos este ano devido a crise econômica. As regiões Norte e Nordeste do país estão registrando um crescimento anual de 25% nos últimos dois anos nas vendas da Kimberly-Clark. Com a crise, o índice foi revisto este ano. A previsão agora é de que o percentual fique em 21%, taxa ainda considerada alto.

Para isso, as apostas do grupo estão justamente nos produtos femininos e nas fraldas. Segundo dados da empresa, este mercado está crescendo em média 40%.

A multinacional iniciou a operação no Brasil em 1996. No Nordeste, os produtos só ganharam as lojas em 2008, quando foi inaugurado o escritório de vendas para o Nordeste. Na época, a região representava 10% das vendas do país.

Hoje, o percentual é de 23%.Pernambuco conta com um Centro de Distribuição do grupo, localizado em Paratibe. De lá, os produtos atendem a demanda da regional Norte/Nordeste.O grupo possui cinco plantas no Brasil.

diariodepernambuco.com.br