Celulose Notícias Tissue no Brasil

Interesse da Suzano pela Fibria desperta players internacionais

Na ânsia de querer se associar ou comprar a Fibria, maior empresa de celulose de eucalipto do mundo, o Grupo Suzano acabou despertando maior interesse de… players internacionais.

Segundo conhecido banqueiro, quatro empresas estão costurando para entrar na fila: A finlandesa UPM, a chilena CMPC e a Paper Excellence – da família chinesa Widjaja, estabelecida na Indonésia e que já pagou R$ 1 bilhão à J&F, por 13% da Eldorado.

A quarta é a April, também da Indonésia – que tentou adquirir a Eldorado.

Hoje, o valor de mercado da Fibria é R$ 34 bilhões – quase R$ 10 bi a mais que a Suzano.

Pelo que se apurou, se a Suzano avançar na aposta sobre a Fibria, não terá problemas com o Cade. Apenas o mercado brasileiro está entre as atribuições do conselho.

Mas como ambas são eminentemente exportadoras, terão que prestar contas aos órgãos antitruste no exterior. Segundo fonte do setor, não terão problemas: o mercado de papel e celulose lá fora é muito pulverizado.

Estadão

Comente com Facebook

Comentários