fbpx
NotíciasTissue no Brasil

Head de e-commerce da Softys: “Digital veio para ficar, nos mais diversos canais”

Leonardo Celeri comentou a respeito do lançamento da Loja Softys, no início deste ano, e da maior adesão às compras on-line no segmento de tissue

Leonardo Celeri, head de e-commerce da Softys Brasil, participou do Talk Tissue com Felipe Quintino. Na ocasião, ele comentou a respeito do lançamento da Loja Softys, no início deste ano. Segundo ele, este movimento já estava na estratégia da empresa e não ocorreu por conta da pandemia.

“Nós começamos a acelerar a transformação digital da companhia efetivamente em janeiro de 2019, quando eu fui convidado para deixar a cadeira de marketing e assumir a área de construir canais digitais da companhia da Softys Brasil. Desde lá, a gente vem plantando diversas sementes na construção de uma estratégia multicanal bastante ampla e, sem dúvida, esse processo neste ano com a pandemia foi vertiginosamente acelerado”, comenta.

Segundo Leonardo, esse processo nasceu na matriz da Softys, no Chile. “Lá tem um time global que olha estratégias para a companhia como um todo, para todas as regiões, e lá já havia um movimento forte de digitalização. O Chile é um mercado um pouco diferente, ele é mais concentrado nos clientes tradicionais, então esses players do mercado de lá que iniciaram o processo de digitalização têm uma pegada de digital merchandising, de presença on-line, isso veio crescendo muito forte. Esse foi o pontapé da estratégia corporativa do e-commerce aqui no Brasil, e junto com esse canal, nós acrescentamos a visão de outros clientes puros que se desenvolveram no nosso país antes do que em outro. Por exemplo: Magazine Luiza, Via Varejo, que são players que tradicionalmente não vendiam nossas categorias – papel higiênico, fraldas, lenços e outras”, pontua.

O processo de digitalização, segundo Leonardo, já está ocorrendo em todas as subsidiárias da América Latina. “Acho que nesses dois últimos anos, todos os países vieram construindo sua estratégia de e-commerce, construindo times, a gente trabalha em conjunto, aprende muito com o outro, temos um trabalho muito próximo e todos os países hoje têm uma célula de e-commerce com autonomia e com responsabilidade de crescimento para estratégia do negócio”, ressalta.

Segundo o executivo, a Softys planeja realizar 10% de suas vendas de e-commerce nos próximos três anos, inclusive no Brasil, onde as pessoas tendem a criar o hábito de comprar produtos de higiene pela internet.

“Já estamos entendendo que existe espaço para mais, justamente porque essa transformação do hábito digital dos nossos consumidores das categorias para o e-commerce está acontecendo, algumas categorias aconteceram bem antes, já estão em um nível de maturidade maior. Algumas razões permitem isso, as nossas ainda não: volumetria, frete, a própria característica das categorias nas casas dos consumidores… E com a velocidade que os consumidores estão experimentando o e-commerce nas nossas categorias, estamos percebendo que estão ficando, é muito prático, tem suas vantagens e, com a evolução do mercado, tanto na indústria quanto nos varejistas, vem reduzindo os obstáculos para o e-commerce. Ele me parece, sim, uma tendência importante para ficar, nos mais diversos canais”, pondera.

Um dos fatores para esse crescimento é justamente a recorrência na compra por e-commerce. “Para uma indústria aprender a ter seu e-commerce, que é a começar a entender quem é seu consumidor, quanto ele custa para entrar, quanto custa para ficar, que tipo de recorrência ele pratica na sua loja, porque com base nisso, você consegue administrar depois todo o demonstrativo de resultado da loja e como e quanto investir em quem”, reflete.

Com relação à Black Friday, Leonardo afirmou que este ano foi “espetacular”. “Foi acima de toda e qualquer expectativa que a gente pode planejar, a gente fechou grandes negócios em todos os canais”, diz.

 

Esse movimento de atender o cliente final (B2C) por meio digital, de acordo com Leonardo, não gerou mal-estar com relação aos clientes do varejo (B2B). “Minha percepção para o e-commerce é que veio para ficar, isso vem junto com mudança de hábito, vamos passar agora por uma grande transformação na tecnologia que é a chegada do 5G, vamos ver novos hábitos daqui a pouco, vão ter coisas novas, nossa grande preocupação e interesse da Softys como um todo é desenvolver estratégias de canais de modo correto. O varejista vai continuar tendo um papel superimportante e sendo a esmagadora parcela das vendas, eles são os players que sabem construir canal, vendas, que têm a veia varejista. A nossa incursão aqui no mundo de e-commerce, assumindo um pouco do papel do varejista, longe de canibalizar, é agregar e construir uma nova receita para essas marcas que, no fim das contas, valoriza todos, mas também aproveitar um pouco desse pedaço em que nós vamos existir para entender e aprender mais, para fazer um trabalho cada dia melhor em relação aos nossos produtos e inovações”, enfatiza.

Por fim, Celeri falou sobre o lançamento do Softys Fácil, um programa de assinatura on-line de produtos, que é uma inovação no mercado de tissue. “Esse é um dos avanços da Loja Softys que mais me deixam feliz e orgulhoso, ele é um avanço bastante estratégico. Esse tipo de ferramenta no e-commerce ataca diretamente o custo de aquisição, a fidelização dos nossos consumidores diretos. Ele é bem simples, até por isso veio a inspiração do nome Softys Fácil; a ideia é que o consumidor na nossa loja própria tenha a possibilidade de fazer uma compra pontual e, logo ao lado na própria página de produto, ele já vê a opção de ser um assinante, onde ele escolhe uma recorrência, uma periodicidade em que vai receber suas compras, a cada 15 dias, um mês ou dois meses. Aí ele não se preocupa mais, faz uma compra e, respeitando essa periodicidade que ele escolheu, vai receber seu produto e ter um desconto exclusivo para assinantes por ser um cliente mais próximo e fiel”, conclui.

Confira na íntegra o Talk Tissue com Leonardo Celeri, head de e-commerce da Softys Brasil:

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo