fbpx


Banner Incape Portal Tissue Online


Banner Animado Valfilm Portal Tissue Online

Celulose Notícias

Fibria lança Programa Agente do Bem, voltado à proteção da infância e adolescência em Três Lagoas (MS)

Lançamento contou com a presença do Presidente da Fibria, Marcelo Castelli, autoridades e representantes da comunidade

fibria

A Fibria, líder mundial na produção de celulose de eucalipto, lançou em março o Programa Agente do Bem – Três Lagoas, que tem como objetivo mobilizar todos os setores da sociedade local para ações de proteção da infância e adolescência. A iniciativa faz parte da estratégia de sustentabilidade do Projeto Horizonte 2, que prevê a construção de uma segunda linha de produção de celulose na unidade da empresa na cidade.

O programa tem como meta a formação de uma coalizão para engajar a comunidade em geral para que cada pessoa seja um agente protetor da criança e adolescente.

O Programa conta com o apoio da Childhood Brasil – uma organização brasileira que faz parte da World Childhood Foundation – e da Organização Mundial Para Educação Pré-Escolar (OMEP – Brasil), entidade consultiva da ONU, UNESCO e UNICEF. As organizações trabalham com as empresas, sociedade civil e com o governo para, juntos, planejarem ações que influenciem a agenda de proteção da infância e adolescência em projetos e políticas públicas.

Para o presidente da Fibria, Marcelo Castelli, o Programa Agente do Bem – Três Lagoas vai contribuir para deixar um legado positivo para população local. “Nossa relação com Três Lagoas é sólida e vem de longa data. Temos muito orgulho da nossa presença aqui e somos gratos à cidade que tão bem nos acolheu. Portanto, o objetivo é que o programa seja estruturado de forma a deixar um legado de boas ações, influenciando positivamente e despertando a cultura de prevenção para a proteção da infância e adolescência”, disse Castelli.

Os próximos passos do programa incluem diagnóstico local para identificar ações que podem ser desenvolvidas e a integração com outros atores, como lideranças comunitárias, religiosas, esportivas, espaços de convivência a exemplo de escolas e associações, com início previsto para os próximos meses. A iniciativa ainda prevê atividades culturais como alternativa de convívio social para os públicos da Fibria, como trabalhadores e fornecedores.

“A Fibria está empenhada neste tema. O programa vai mapear novas oportunidades e potenciais agentes de proteção, além de integrá-los. A informação e o engajamento de diferentes setores da sociedade são essenciais para garantir a proteção das crianças e adolescentes”, diz a coordenadora de Sustentabilidade da Fibria, Flávia Tayama.

jornaldiadia.com.br